Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos / Liderança > Como Relacionar-me com a Equipe que Deus tem me Dado

Estudos / Liderança

Como Relacionar-me com a Equipe que Deus tem me Dado
 

Uma organização cresce até ao nível em que seus líderes estão. Minha liderança determina o tamanho de minha organização. A igreja cresce até o nível que os líderes conseguiram crescer. Uma célula cresce até o nível de liderança que seu líder está.

Para que a igreja cresça é necessário que cada líder cresça. Para que uma célula cresça é necessário que seu líder cresça em seu nível de liderança. O ministério de alguém é limitado pela liderança desta pessoa.

Alguém cresce quando começa a ter experiências em sua liderança. Quando tem suas primeiras vitórias. Alguém se torna um líder melhor com suas experiências com Deus. Primeiro ponto que um líder deve pensar: eu seguiria a mim mesmo? Só quando você corre para dizer sim a esta pergunta, é que a organização que você está começa a crescer.

Vivemos tempos em que queremos alcançar muitas coisas. Queremos que a visão que o SENHOR tem nos dado impacte toda uma geração. Todas as pessoas desta terra. Queremos que Jesus volte o quanto antes. Então temos que fazer nossa parte que é levar o evangelho a todos. Todas as pessoas devem ouvir sobre o evangelho.

Pra que isso aconteça temos que ter uma grande equipe de líderes. De pessoas que entendam a visão. Que vivam a visão. Que dêem frutos dentro da visão. E que se reproduzam em outras pessoas. Que sejam grandes campeões e façam outros campeões.

Para isso temos que ter um grande entendimento sobre liderança. Todas as coisas começam na liderança. Uma liderança ruim gera uma igreja ruim. Uma liderança com media capacidade gera uma igreja mediana. Uma excelente liderança gera uma igreja excelente.

Eu quero uma igreja excelente e você? Por isso temos que saber como tratamos com a equipe que Deus tem nos dado. Qual deve ser a atitude com nossa equipe, segundo a direção de Deus.

COMO VOCÊ DESEJA SER TRATADO?

1) Quero ser valorizado. Você sabia que no mercado americano de trabalho, 70% das pessoas deixam seus trabalhos por não sentirem-se valorizadas? Trata-se de uma evidencia de como os líderes tratam as pessoas que trabalham com eles. Não existe uma pessoa no mundo que não queira ser valorizada pelos outros. Não seria bom se os outros o aceitassem pelo que é e demonstrassem, por meio de ações, o quanto se importam com você?

O incentivo é o oxigênio da alma. Todas pessoas querem sentir que alguém se importa com elas pelo que são. Valorizar os outros não pelo que podem fazer, mas apenas porque são seres humanos, é o fundamento do relacionamento.

2) Quero que gostem de mim. O desejo de ser amado e valorizado é, talvez a necessidade mais intima de todas as pessoas. Está diretamente relacionado com a expectativa de que gostem de nós pelo que fazemos. Você não tem este desejo de se superar e se realizar? Então: “sempre ajude as pessoas a aumentarem sua auto-estima. Desenvolva sua habilidade de fazer que outras pessoas se sintam importantes. Poucos elogios são tão poderosos quanto ajudar alguém a ser útil e encontrar satisfação em sua utilidade”.

Demonstre sua gratidão pelo trabalho do pessoal de sua equipe. Assuma o propósito de elogiar os membros de sua equipe na presença das pessoas mais próximas a elas. É difícil alguém agir com hostilidade quando recebe reconhecimento.

3) Quero que confiem em mim. Ser digno de confiança é um louvor maior do que ser amado. A confiabilidade é à base da liderança. A confiabilidade é a base onde repousam todos os relacionamentos. Bons casamentos, boas relações de trabalho e boas amizades exigem confiança mútua. Quando a confiança não existe, não há abertura e honestidade nas interações, e os relacionamentos não resistirão ao efeito do tempo. Pessoas que geram confiança sempre:

·  Mantêm a integridade;
·  Transmite abertamente sua visão e seus valores;
·  Demonstram respeito pelos membros de sua equipe e colegas;
·  Focam mais em objetivos compartilhados do que em agendas próprias;
·  Agem corretamente, no que diz respeito ao risco pessoal;
·  Ouvem com a mente aberta;
·  Demonstram compaixão;
·  Sabem guardar segredos.

Não há como obrigar ninguém a confiar em você, mas o controle sobre suas ações está em suas mãos. Por isso, você pode tomar a decisão de oferecer a sua confiança aos outros. A única maneira de tornar um homem digno de confiança é confiando nele. A forma mais garantida de tornar esta pessoa indigna de confiança é deixando de confiar nela e demonstrando isso.

“O homem que confia em outros homens cometerá menos erros do que aquele que não confia em ninguém”.

4) Quero ser respeitado. Quando as pessoas confiam em mim, elas me delegam responsabilidade e autoridade. Quando me respeitam, mexem com algo muito profundo, que me confere dignidade e fortalece minha autoconfiança. Dez regras de relacionamentos com a questão do respeito:

a. Se você tiver um problema comigo. Procure-me (em particular).

b. Se eu tiver um problema com você, o procurarei (em particular).

c. Se alguém tem um problema comigo, mas procura você, mande-o conversar comigo (farei a mesma coisa, se for preciso).

d. Se a pessoa se recusa a me procurar, diga a ela: “vamos juntos procurá-lo. Tenho certeza de que nos atenderá e resolveremos o problema” (farei a mesma coisa, se for preciso).

e. Tome cuidado como me interpreta – é assim que prefiro fazer também. Em assuntos não esclarecidos, não se sinta induzido a interpretar meus sentimentos ou pensamentos. O risco de cometer um erro na hora de interpretar as intenções é grande.

f.Também tomarei cuidado com a maneira como interpreto você.

g. Se alguma coisa é confidencial, não conte. Se você ou qualquer outra pessoa me procurar em particular, confiando em mim, não contarei a ninguém a não ser que: 1) A pessoa corra risco de se ferir; 2) Corra risco de ferir outros, ou 3) uma criança sofreu algum tipo de abuso ou violência. Espero o mesmo de você.

h. Não leio cartas ou bilhetes sem assinatura.

i. Não manipulo ninguém, nem serei manipulado; não permita que o manipulem, nem que tentem manipular-me através de você.

j. Estando em dúvida sobre alguma coisa, manifeste-se. Se eu puder dar a resposta sem deturpar nenhum fato ou quebrar a confiança de alguém, eu o farei.

O respeito daqueles que você respeita vale mais do que o aplauso da multidão. Respeite um homem e ele dará o máximo de si.

5)  Quero ser compreendido. Podemos ser bem ligeiros não hora de achar defeitos nos outros, quando eles não se sujeitam ao padrão ou as regras que impomos. Mas quando fazemos o esforço de conhecê-los melhor, geralmente chegamos à conclusão de que o jeito deles não é necessariamente o jeito errado – é apenas um jeito diferente. Eles reagem desta forma devido a cultura que têm.

Ao lidar com gente, procure primeiro compreender e, depois, ser compreendido. Isto exige uma atitude de flexibilidade e disposição para aprender. Compreender alguém de fato envolve aprender com ele, e aprender com alguém de fato envolve mudanças pessoais. Compreender os outros significa dar a mão, onde quer que estejam, concentrando os esforços no estabelecimento da comunhão a partir de você, não deles. “Há uma grande diferença entre saber e compreender: É possível saber muito sobre alguma coisa sem jamais entendê-la”. O mesmo vale com as pessoas.

Não quero que tirem proveito de mim. Se uma pessoa interpreta que outra está levando vantagem sobre ela (mesmo que tenha oportunidade de conhecer as motivações dessa outra pessoa), então é melhor não fazer nada. Nunca leve vantagem sobre outra pessoa. Não importa se estamos falando sobre a mentirinha contada ao vizinho ou o desfalque numa grande corporação: qualquer ação, em última análise, impacta pessoas – para o bem ou para o mal. E se tal ação desvaloriza ou tira vantagem de alguém, a pessoa atingida sofre de uma forma que ninguém gostaria de sofrer.

Estevão Wagner, pastor

14/03/2011

Veja Mais...

04/Mar/2011

Getsêmani do Líder.

 
12/Jan/2011

Contraste de Líderes.

 
05/Set/2008

A Arte de Saber Esperar.