Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > O PODER DE DEUS

Estudos da Célula

O PODER DE DEUS
 

O Poder de Deus (Ricardo Wagner, ap.)

Quando o evangelho começou a ser espalhado pelo mundo ninguém conhecia nada a respeito de Jesus. Então não adiantava simplesmente falar que Deus veio a terra em forma de homem e tornou-se Rei sobre tudo e todos através de sua morte, ressurreição, ascensão e entronização.

Sabedor que as pessoas não creriam simplesmente em palavras, Jesus disse um pouco antes de subir aos céus:

At 1:8 – “mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra.”

Jesus orientou seus discípulos que eles seriam testemunhas em todo mundo através do poder que receberiam do Espírito Santo quando descesse sobre eles. E foi justamente isto que aconteceu. Quando o Espírito Santo desceu sobre os discípulos em Pentecostes eles tornaram-se homens intrépidos, ousados e corajosos. Foram por todo mundo pregando o evangelho a toda criatura. Enfrentaram poderes espirituais e poderes de governos humanos e não esmoreceram. Diante da ordem das autoridades eles se posicionaram:

Acts 5:29 – “Então, Pedro e os demais apóstolos afirmaram: Antes, importa obedecer a Deus do que aos homens.

Temos vários relatos de milagres extraordinários realizados pelos cristãos enquanto o Evangelho estava se expandindo. O apóstolo Paulo escreve em suas cartas justamente a presença dos milagres e do poder de Deus enquanto ele levava a Palavra para lugares remotos:

Rm 15:18-19 – “18 Porque não ousarei discorrer sobre coisa alguma, senão sobre aquelas que Cristo fez por meu intermédio, para conduzir os gentios à obediência, por palavra e por obras, 19 por força de sinais e prodígios, pelo poder do Espírito Santo; de maneira que, desde Jerusalém e circunvizinhanças até ao Ilírico, tenho divulgado o evangelho de Cristo.”

I Co 2:4-5 – “A minha palavra e a minha pregação não consistiram em linguagem persuasiva de sabedoria, mas em demonstração do Espírito e de poder, para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria humana, e sim no poder de Deus.”

I Ts 1:5 – “porque o nosso evangelho não chegou até vós tão-somente em palavra, mas, sobretudo, em poder, no Espírito Santo e em plena convicção, assim como sabeis ter sido o nosso procedimento entre vós e por amor de vós.”

PERGUNTAS: Como as pessoas no início da igreja creram nos apóstolos? Este método também é eficaz hoje?

O próprio Jesus quando esteve aqui na terra não apenas pregava e ensinava a Palavra, mas sempre os milagres estavam presentes. Ele disse que se as pessoas não vissem os milagres dificilmente creriam:

Jo 4:48 – “Então, Jesus lhe disse: Se, porventura, não virdes sinais e prodígios, de modo nenhum crereis.”

Por este motivo Jesus recebeu o Espírito Santo logo no início de seu ministério. Antes de receber o Espírito Santo, Jesus não ousou a sair e pregar. Ele só saiu depois de ser cheio pelo Espírito Santo e habilitado a produzir os milagres:

Lc 4:18 – “O Espírito do Senhor está sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar libertação aos cativos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos.”

At 10:38 – “como Deus ungiu a Jesus de Nazaré com o Espírito Santo e com poder, o qual andou por toda parte, fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com ele.”

Tanto Jesus como seus primeiros discípulos tinham clareza que o povo só aceitaria a Palavra por eles pregada se manifestassem os milagres através do Espírito Santo que habitava neles.

Temos como exemplo o povo hindu. Os hindus tem mais de 330 milhões de deuses. O número de deuses pode ser até maior: talvez um para cada devoto. No sul da Índia, próximo à cidade sagrada de Tiruvannamalai, fica o templo de Bhuvaneshwari. Lá, os monges residentes têm uma única ocupação – bem insólita, por sinal: desde o século 16, ou talvez até há mais tempo, eles fazem um minucioso recenseamento de todos os deuses hindus. Em pergaminho, registram a origem, a função e as relações de parentesco entre os deuses. É uma tarefa gigantesca. O número oficial de deuses na Índia chega a 330 milhões. Extraoficialmente, porém, essa conta bate na casa do bilhão.

Como diante de uma imensidade de deuses podemos afirmar que o nosso Deus é o único, grande e verdadeiro Deus? Pela manifestação dos sinais de poder que expressam que o verdadeiro Deus está conosco.

Vamos ver uma história interessante do profeta Elias em I Rs 17:19-24 (leia todo este texto!) Vemos no final da história o seguinte versículo:

I Rs 17:19-24 – “Então, a mulher disse a Elias: Nisto conheço agora que tu és homem de Deus e que a palavra do SENHOR na tua boca é verdade.”

PERGUNTAS: Por que a mulher reconheceu que Elias era profeta que a palavra que pregava era a Palavra de Deus?

Reunião da Célula

1. Encontro

a. Enquanto as pessoas forem chegando, você pode deixar uma música de fundo rodando no ambiente. Isto ajuda a preparar o ambiente para célula e deixa mais descontraído.

b. Nunca deixe de dar muita atenção para os novos na célula. Eles precisam se sentir especiais (como realmente são).

c. Peça para as pessoas que trouxeram os visitantes, apresentarem estas pessoas. Receba a todos com muita expectativa e amor.

d. Quebra Gelo: Pergunta: Você já recebeu um milagre pessoal em sua vida da parte de Deus? Nos conte!

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há quem toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. A presença de Deus é que faz com que as pessoas sejam transformadas na célula. Então valorize este momento para todos entenderem que sobretudo a presença de Deus deve ser valorizada e desejada.

c. Ore pelo andamento da célula e por cada pessoa!

3. Edificação

a. Muitas vezes nos acomodamos com as circunstâncias. Os dias passam e acabamos nos acostumando com tudo. Com as coisas boas e também com as ruins. Quando nos acomodamos perdemos a perspectiva de ver os milagres de Deus. Precisamos sempre ser lembrados que os milagres fazem parte do cotidiano dos cristãos.

b. Esta ministração tem o objetivo de levar as pessoas de nossas células a serem desafiados a viverem na dimensão dos milagres de forma cotidiana para que as pessoas que nos cercam venham a crer na Palavra de Deus.

4. Evangelismo

a. Ore para que as pessoas de sua célula entrem e se foquem no propósito que Deus estabeleceu para suas vidas desde antes elas estarem no ventre de suas mães.

b. Ore sempre pelas necessidades das pessoas (pode fazer uso da cadeira da bênção para esta oração).

c. Aproveite para levar as pessoas que ainda não conhecem a Jesus a se entregarem a ele.

d. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para elas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

e. Dê os avisos necessários.

f. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

g. NUNCA deixe de compartilhar os objetivos da célula, discutir como estão avançando nestes objetivos, estabelecer estratégias e orar por eles. Faça SEMPRE isto.

h. Não esqueça de fazer mensalmente a REUNIÃO FESTIVA para facilitar trazer novas pessoas para a célula.

Observação: Lembre que estamos saindo de um tempo onde as pessoas perderam a confiança em si nas circunstâncias que as cercam. Então aproveite e mobiliz sua célula para fazer uma grande colheita para suas células. Não fique parado neste tempo. É um grande tempo para trabalhar e colher. Se este tempo passar sem que tivermos feito a grande colheita, certamente na sequencia nos arrependeremos.

02/11/2020

Veja Mais...

12/Out/2020

SER APOSTÓLICO.

 
28/Set/2020

ANSIEDADE.