Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > DEUS ESTÁ PERTO DO PECADOR

Estudos da Célula

DEUS ESTÁ PERTO DO PECADOR
 

Deus Está Perto do Pecador (Ricardo Wagner, ap.)

Introdução

A Bíblia nos relata inúmeras vezes que Deus é Santo. “Santo, santo, santo é o SENHOR dos Exércitos; toda a terra está cheia da sua glória” (Isaías 6:3). Com estas palavras, os serafins louvaram a Deus por sua perfeita santidade. Oitocentos anos depois, João viu, numa visão semelhante, os quatro seres viventes proclamando: “Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso” (Apocalipse 4:8). Talvez a única outra característica de Deus que tem a mesma importância de sua santidade seja seu amor (I João 4:8). De Gênesis ao Apocalipse, as Escrituras enfatizam a santidade de Deus. Santo quer dizer “separado”. Deus é separado em dois sentidos. Primeiro, ele é o Criador e nós somos suas criaturas. O segundo sentido em que Deus é santo trata de sua relação com o pecado. Ele é puro e reto, acima de todo pecado e toda maldade.

Deus é Separado do Pecado, Mas Não do Pecador

Apesar de Deus ser santo e esta sua característica faz com que ele esteja afastado do pecado, não há nada na natureza de Deus que faça com que Ele se separe das pessoas pecadoras.

Nosso último exemplo de pessoa santa é Jesus Cristo. Ele é nosso padrão. Ele é Aquele que nos dá uma clara revelação do que é a santidade e a piedade. Jesus era perfeitamente santo, mas Ele andava pelas ruas de Jerusalém conversando e comendo com os pecadores. Os líderes religiosos judeus tiveram dificuldade de entender isso.

Em certa ocasião, Jesus estava visitando a casa de um fariseu quando uma mulher com um passado pecaminoso entrou na casa, derramou perfume nos pés de Jesus e continuou enxugando os pés com os cabelos. O fariseu ficou enojado com a mulher e argumentou que Jesus nunca permitiria que uma mulher tão pecadora o tocasse se Ele realmente fosse um profeta de Deus (Lucas 7:36-50). Jesus tinha uma compreensão diferente da santidade do que o líder religioso judeu. Jesus era santo, mas Sua santidade fez com que Ele alcançasse os pecadores. Os fariseus achavam que só podiam permanecer santos se recusassem de comer com pecadores, tocar em leprosos ou falar com os samaritanos.

PERGUNTAS: Você já teve o pensamento que Deus não poderia ajuda-lo por que você não era puro suficientemente? Conte esta experiência.

O que contamina o Homem?

Quando Jesus veio, Ele explicou que a santidade não tem nada a ver com o contato com coisas físicas: “... ouvi-me, todos, e entendei. Nada há fora do homem que, entrando nele, o possa contaminar; mas o que sai do homem é o que o contamina” (Marcos 7:14-15). Jesus explicou que somente o que está no coração das pessoas pode contaminar (Marcos 7: 17-23).

Essa verdade é fundamental. Santidade é algo do coração. O coração de Deus é perfeitamente santo. Por esta razão, Ele não tem medo de ter contato com o profano. Sua santidade não é contaminada pela presença de pecadores. Jesus ensinou que um indivíduo santo não se torna profano ao entrar em contato com coisas impuras. Pelo contrário, as coisas profanas tornam-se santas ao entrar em contato com as coisas sagradas. Paulo explicou isso, dizendo que o crente que é casado com um incrédulo santifica o incrédulo (1 Coríntios 7:14). A luz supera a escuridão, não o contrário.

Para entender a santidade de Deus, devemos associá-lo ao amor Dele e não à indiferença. A santidade/amor de Deus o leva a alcançar os pecadores, persegui-los e estar perto deles. Ele vai atrás dos pecadores como um pastor vai atrás de ovelhas perdidas. A santidade de Deus é como a santidade de Jesus.

Conclusão

Esta verdade foi descoberta por inúmeros pecadores no mundo. Muitas pessoas que estavam perdidas no pecado descobriram Deus no meio de seus pecados. Um número incontável de pessoas encontrou Deus quando estavam intoxicadas ou drogadas. Muitos capelães da prisão manifestaram a presença de Deus poderosamente na prisão, onde criminosos desesperados se reúnem para ouvir sobre Deus. Isso é porque Deus não é afetado pelos pecados da humanidade. Ele é soberano e se revela onde quer que queira quando quer, independentemente da condição das almas das pessoas. Deixe-me repetir: Não há nada na natureza de Deus que faça com que Ele se separe das pessoas pecadoras.

PERGUNTAS: Deus pode nos alcançar no meio das trevas? Você tem uma experiência de Deus ter lhe alcançado em meio a uma situação de trevas?

Reunião da Célula

1. Encontro

a. Dê boas-vindas a todos.

b. Pergunte as pessoas se elas já foram a um lugar em que não foram percebidas ou não foram bem recebidas. Como elas se sentiram? Assim motive as pessoas a receberem bem os novos na célula.

c. Quebra Gelo. Pergunta: Qual o momento da vida que você mais teve medo?

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há que toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. Uma das características de uma célula exitosa é a presença de Deus. Orem na célula para que a presença de Deus seja muito perceptível.

3. Edificação

a. O tema desta semana é muito inspirador para alcançar aqueles que se acham indignos de receber de Deus. Aproveite para alcançar o coração destes e leva-los a presença de Deus.

4. Evangelismo

a. Na mensagem que Deus está junto com o pecador podemos aproveitar para levar as pessoas a presença de Desus. No final da reunião, mostre e ore para que todos percebam a presença dele em suas vidas.

b. Veja se há alguém com doenças e dores e ore por estas pessoas esperando pela cura imediata. Insista na oração até a pessoa ser curada.

c. Aproveite este momento para orar pelos novos para que recebam a Jesus.

d. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo nesta para as pessoas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

e. Dê os avisos necessários.

f. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

19/11/2018

Veja Mais...

03/Dez/2018

GUARDAR OS PENSAMENTOS.

 
10/Dez/2018

O PODER DO SANGUE.

 
17/Dez/2018

JESUS O CRISTO.