Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > GUARDAR OS PENSAMENTOS

Estudos da Célula

GUARDAR OS PENSAMENTOS
 

 Guarde os Pensamentos (Ricardo Wagner, ap.)

Pv 4:23 – “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida.”

O profeta Jeremias viveu e serviu a Deus no momento mais trágico da história de Judá. Enquanto o exército babilônico de Nabucodonosor sitiava Jerusalém, e os orgulhosos moradores estavam presos dentro dos muros da cidade sem alimentos, foram forçados a se alimentar da carne daqueles que já estavam mortos ao lado deles (conforme os profetas deixam a entender Lm 2:20; Ez 5:10; Jr 19:9). O livro de Lamentações de Jeremias poderia ser chamado de "Livro das Depressões", quando ele expressa seu desespero absoluto em tragédia poética.

Nós também podemos experimentar reveses e decepções que nos trazem frustração e desespero. Através dos altos e baixos da caminhada pela fé, a tristeza e a exaustão muitas vezes podem nos deixar vazios.

Jeremias revelou a profundidade de seu desespero quando escreveu: "Minha alma ... se abate dentro de mim." (Lm 3:20). Que descrição vívida de estar no fundo do poço! No meio das circunstâncias horríveis em que ele se encontrava, sua alma cedeu ... mas ele escolheu não ficar lá. Ele decidiu “trazer à memória o que me pode dar esperança” (Lm 3:21) recondando a bondade de Deus: "as misericórdias do Senhor ... são novas a cada manhã" (v.22), e então explode num louvor arrebatador a Deus: "Grande é a Sua fidelidade!” (v.23). Depois disto faz esta declaração incrível: “O Senhor é a minha porção… portanto, espero Nele!” (v.24).

Quando Jeremias estava à beira da falta de fé, ele escolheu se jogar na fidelidade de Deus, optando por “alimentar-se da sua fidelidade” (Sl 37:3). Ele descobriu, como sempre: Deus era sua porção ... sua fonte e sustentador! Lembre-se, no seu pior momento, o bem está a apenas a uma decisão de distância. Mesmo no fundo do poço, olhe para cima. Clame a Ele!

Com este exemplo aprendemos que temos que guardar nossos corações para continuarmos experimentando a bondade de Deus em nossas vidas. Como fizemos isto:

1. Não arraste suas misérias passadas para o presente.

a. Feridas e misérias passadas voltam a nos assombrar porque permitimos que permaneçam em nossos pensamentos.

Paulo disse em Fp 3:13 – “mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que para trás ficam.”

b. Devemos limpar pensamentos miseráveis, tristes e dolorosos do passado com arrependimento e perdão.

c. Pensamentos que nos lembram o passado são causados pelo diabo e devemos expulsá-los.

Is 43:18-19 – “18 Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas. 19 Eis que faço coisa nova, que está saindo à luz; porventura, não o percebeis? Eis que porei um caminho no deserto e rios, no ermo.”

PERGUNTAS: Em seus pensamentos sempre retornam as coisas ruins que aconteceram no passado? Se sim, diga como isto acontece e o que estes pensamentos causam? Como se sentes quando estes pensamentos vem?

2. Plante boas sementes em seus pensamentos para o presente

a. Sementes de bons pensamentos, de projetos e sonhos se transformam em realidade de alegria, felicidade e bênçãos.

Fp 3:13-14 – “avançando para as que diante de mim estão, 14 prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.”

b. Plante firmemente o evangelho das promessas de Deus em sua alma e então você dará frutos.

c. Pense de forma positiva e criativa.

Sl 103:1-5 – “1 Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e tudo o que há em mim bendiga ao seu santo nome. 2 Bendize, ó minha alma, ao SENHOR, e não te esqueças de nem um só de seus benefícios. 3 Ele é quem perdoa todas as tuas iniqüidades; quem sara todas as tuas enfermidades; 4 quem da cova redime a tua vida e te coroa de graça e misericórdia; 5 quem farta de bens a tua velhice, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia.”

PERGUNTAS: Como podemos trazer a memória aquilo que nos dá esperança? Explique na prática! Você tem um exemplo prático de ter experimentado trazer a memória aquilo que lhe deu esperança? Como se sentiste?

Reunião da Célula

1. Encontro

a. Hoje com as redes sociais as pessoas se alimentam de muitas coisas via celular. A célula não pode ser simplesmente um lugar que as pessoas recebem alimento intelectual, mas especialmente que tenham uma experiência de amor. Ao serem apresentadas as pessoas precisam ser surpreendidas com o carinho que são recebidas.

b. Receba a todos com muita expectativa e amor.

c. Quebra Gelo. Pergunta: Muitas pessoas no final do ano sentem-se tristes e depressivas. Você normalmente sente tristeza ou para você o final do ano é uma época de esperança e alegria?

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há que toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. Deixe alguém compartilhar suas experiências em alguma reunião ou culto que participaram no fim de semana.

c. Orem todos pela reunião e multiplicação da célula. Se quiserem, façam um “concerto de oração”.

3. Edificação

a. Nossos pensamentos precisam ser “domados” para podermos experimentar as bênçãos de Deus sobre nós. Este é o tema desta semana. Então, mostre as pessoas que depende de uma atitude delas para experimentarem o que Deus tem para suas vidas.

4. Evangelismo

a. Normalmente temos dificuldades em pensarmos segundo os planos de Deus para nossas vidas. Orem para que o pensamento das pessoas da célula estejam continuamente alinhadas com aquilo que Deus tem para suas vidas de agora em diante.

b. Aproveite este momento para orar pelos novos para que recebam a Jesus.

c. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para as pessoas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

d. Dê os avisos necessários.

e. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

03/12/2018

Veja Mais...

10/Dez/2018

O PODER DO SANGUE.

 
17/Dez/2018

JESUS O CRISTO.

 
31/Dez/2018

NÃO DESANIMES.