Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > AS EXPERIÊNCIAS E A PALAVRA

Estudos da Célula

AS EXPERIÊNCIAS E A PALAVRA
 

As Experiências e a Palavra (Ricardo Wagner, ap.)

Leia II Pe 1:16-19 NVI - O apóstolo Pedro, que escreve este texto, nos afirma que a segurança que os discípulos tinham em seguirem Jesus não estava baseada em lendas, fantasias, ou estórias inventadas. Pelo contrário, ele afirma primeiramente que eles foram testemunhas oculares de sua majestade. Isto vemos quando Jesus fazia os seus milagres “e todos ficaram maravilhados com a majestade de Deus.” (Leia Lc 9:37-43).

Depois ele afirma que além de presenciarem Jesus fazendo maravilhas, ainda ele viu a transfiguração gloriosa de Jesus no monte “quando uma nuvem luminosa os envolveu; e eis, vindo da nuvem, uma voz que dizia:— Este é o meu Filho amado, em quem me agrado; escutem o que ele diz!” (Leia Mt 17:1-8)

Tudo isto é muito forte. Quando as pessoas leram isso pela primeira vez, provavelmente pensaram: "Rapaz, é melhor ouvirmos esse cara. Ele estava com Jesus. Ele viu todos aqueles milagres tremendos. Ele ouviu a voz audível de Deus. Ele experimentou coisas que nós não experimentamos. Ele tem uma revelação". Mas no versículo 19, Pedro diz: “temos ainda mais segura a palavra profética, e vocês fazem bem em dar atenção a ela". O que poderia dar mais certeza do que milagres extraordinários, a glória visível e a voz audível de Deus vinda do céu? Pedro aqui dá ênfase que a coisa mais importante e de maior credibilidade que temos não são nossas experiências, mas a Palavra de Deus. Ele está explicando neste texto que as experiências são importantes, mas mais importante que as experiências é a Palavra de Deus, a Bíblia.

Pedro continua escrevendo: “Primeiramente, porém, saibam que nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação pessoal; 21 porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo.” (II Pe 1:20-21)

Precisamos colocar a Palavra de Deus escrita acima de qualquer manifestação visível. Se tivéssemos uma reunião na igreja e você fosse chamado da platéia e o profeta lhe dissesse "João ou Maria, Deus diz que aquilo que necessitas hoje a noite Ele lhe dará". Eu garanto que você sairia dali animado, dizendo a todos o que Deus lhe disse. Você dificilmente seria capaz de conter seu entusiasmo. Agora, você sabia que a Palavra de Deus promete exatamente a mesma coisa em vários lugares?

Muitos de nós não elevamos a Palavra de Deus a este nível. Se tivéssemos que escolher entre duas portas, uma marcada como "manifestações visíveis" e a outra marcada com "Palavra de Deus", a maioria de nós escolheria “manifestações visíveis”. "Dê-me uma experiência", diríamos. Mas você sabia que uma experiência é inferior a Palavra de Deus? É o que Pedro está dizendo? Há uma bênção maior em crer na Palavra do que em ver uma manifestação visível e depois crer.

PERGUNTAS: Você tinha noção da importância e valor da Bíblia? Como você pode demonstrar este valor em sua vida?

Em João 20 (v. 24-29), os discípulos estavam falando a Tomé sobre a ressurreição, uma vez que Jesus havia aparecido a eles enquanto Tomé estava fora. Tomé respondeu-lhes: "Se eu não vir o sinal dos pregos nas mãos dele, ali não puser o dedo e não puser a minha mão no lado dele, de modo nenhum acreditarei" (v. 25). Oito dias depois Jesus apresenta-se novamente aos discípulos e desta vez Tomé estava no meio deles. “E logo (Jesus) disse a Tomé: — Ponha aqui o seu dedo e veja as minhas mãos. Estenda também a sua mão e ponha no meu lado. Não seja incrédulo, mas crente. Ao que Tomé respondeu: — Senhor meu e Deus meu! Jesus lhe disse: — Você creu porque me viu? Bem-aventurados são os que não viram e creram.” Jesus mostra aqui que mais valor há em crer na Palavra que nas experiências.

Em Mateus 8, um centurião romano veio a Jesus para que seu servo fosse curado. Jesus disse: "Eu irei curá-lo" (v. 7). O centurião disse: "Senhor, não sou digno de que entres em minha casa; mas apenas manda com uma palavra, e o meu servo será curado. 9 Pois também eu sou homem sujeito à autoridade, tenho soldados às minhas ordens e digo a este: vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem; e ao meu servo: faze isto, e ele o faz" (v. 8-9)

Diante da resposta do centurião, a Bíblia diz que Jesus se maravilhou e disse: “Em verdade vos afirmo que nem mesmo em Israel achei fé como esta" (v. 10). Apenas duas vezes na Palavra de Deus Jesus se maravilhou - uma vez da fé deste homem e a outra da incredulidade dos moradores de Nazaré (Mc 6:6)! Ele se maravilhava que as pessoas pudessem ser tão incrédulas e que pudessem ser tão cheias de fé. A fé deste homem não tinha nada a ver com o físico ou material. Ele não precisava ver nada, sentir nada, tocar em nada. Tudo o que ele precisava era de uma palavra. "Jesus, você apenas dá a palavra e está feito", parafraseando o centurião.

Essa é a forma mais elevada de fé que existe. Compare isso com a experiência de Tomé, onde ele teve que ver fisicamente as mãos e os lados de Jesus antes que ele acreditasse. A maneira mais elevada de Deus se comunicar é através da Palavra de Deus escrita. Essa palavra profética escrita (Bíblia) é mais segura do que um anjo, um sonho, um dom do Espírito ou qualquer outra coisa. No entanto, a maioria das pessoas não elevou a Palavra de Deus a esse status. Estamos cometendo o mesmo erro que os discípulos cometeram - temos a Palavra conosco, mas não reconhecemos a importância dela.

PERGUNTAS: A Bíblia tem sido o guia para sua vida ou você está sempre buscando experiências para confirmar sua fé?

Reunião da Célula

1. Encontro

a. Enquanto as pessoas forem chegando, você pode deixar uma música de fundo rodando no ambiente. Isto ajuda a preparar o ambiente para célula e deixa mais descontraído.

b. Nunca deixe de dar muita atenção para os novos na célula. Eles precisam se sentir especiais (como realmente são).

c. Peça para as pessoas que trouxeram os visitantes, apresentarem estas pessoas. Receba a todos com muita expectativa e amor.

d. Quebra Gelo. Pergunta: Há algum versículo da Bíblia que você toma como uma promessa pessoal? Ou que você mais se identifica com ele?

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há que toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. A presença de Deus é que faz com que as pessoas sejam transformadas na célula. Então valorize este momento para todos entenderem que sobretudo a presença de Deus deve ser valorizada e desejada.

c. Ore pelo andamento da célula e por cada pessoa!

3. Edificação

a. O objetivo desta ministração é fazer com que as pessoas de nossa célula amem a Palavra de Deus e esta Palavra seja o guia de suas vidas. Elas precisam entender que a Palavra de Deus é infalível e que é o próprio Deus falando para nós através das Escrituras.

b. Assim, independentemente qual situação que estejam passando, independentemente que não estejam vendo nada, a sua fé não seja abalada uma vez que está alicerçada não em experiências, mas na Palavra de Deus. Por isto precisam desenvolver a rotina de lerem diariamente a Palavra, para que suas mentes estejam cheias daquilo que Deus disse e não daquilo que as situações, circunstâncias ou experiências dizem.

 

4. Evangelismo

a. Ore com as pessoas declarando a Palavra e promessas de Deus escritas na Bíblia, para que elas entendam que podemos orar reivindicando aquilo que está nas Escrituras, pois foi o próprio Deus que disse, então Ele precisa cumprir com sua Palavra!

b. Ore sempre pelas necessidades das pessoas (pode fazer uso da cadeira da bênção para esta oração).

c. Aproveite para levar as pessoas que ainda não conhecem a Jesus a se entregarem a ele.

d. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para as pessoas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

e. Dê os avisos necessários.

f. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

g. NUNCA deixe de compartilhar os objetivos da célula, discutir como estão avançando nestes objetivos, estabelecer estratégias e orar por eles. Faça SEMPRE isto.

h. Não esqueça de fazer mensalmente a REUNIÃO FESTIVA para facilitar trazer novas pessoas para a célula.

Observação: Onde é melhor fazer a reunião de célula? Em nossa casa ou na casa de um anfitrião? A primeira opção é fazermos a reunião de célula na casa de um anfitrião. Mas muitas vezes não temos um anfitrião ou a casa não oferece as mínimas condições: recebem mal as pessoas, ficam com a TV ligada, há muito barulho, cheiro ruim ou qualquer outra coisa que possa atrapalhara reunião de célula. Neste caso é melhor mudar de anfitrião ou fazer em nossa própria casa.

07/10/2019

Veja Mais...

02/Out/2019

OS HOMENS DE CORINTO.

 
24/Set/2019

A RESPONSABILIDADE.

 
17/Set/2019

PEDIR INSISTENTEMENTE.

 
10/Set/2019

BARAQUE.