Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > OS HOMENS DE CORINTO

Estudos da Célula

OS HOMENS DE CORINTO
 

Os Homens de Corinto (Ricardo Wagner, ap.)

A cidade de Corinto, onde o apóstolo Paulo pregou o evangelho, era uma das cidades mais importantes do mundo antigo. Paulo deve ter chegado na cidade de Corinto no ano 51 DC. A cidade de Corinto deveria ser 5 vezes maior que a capital da província, Atenas. A cidade tinha mais de 20 grandes templos. E, uma infinidade de divindades, adoradas pelos marinheiros de todo mundo, que faziam em Corinto sua estadia. Entre os mais importantes estavam: os templos de Apollo e Posseidon. Mas a divindade mais proeminente era Afrodite, deusa do amor, beleza e sensualidade. Em seu templo haviam mais de 1.000 sacerdotes e sacerdotisas cultuais que adoravam Afrodite através da prostituição. Isto gerava a cultura e reputação da cidade. Ao anoitecer estes sacerdotes e sacerdotisas desciam e se expunham na cidade. Corinto era conhecida como atualmente cognominamos “cidade do pecado”. Muitas das palavras gregas têm influência da vida licenciosa da cidade de Corinto. A palavra grega para “fornicação” é Corinthiazomai que significa agir conforme em Corinto. No Império Romano chamar uma mulher de “garota de Corinto” significava que ela era uma prostituta. Se alguém era diagnosticado com “doença de Corinto” significava que tinha uma doença venérea. Além de um cotidiano completamente promíscuo, Corinto também era conhecida pelas suas tabernas e produção de vinho, o que estimulava e completava o estilo de vida da cidade. Paulo escreveu ao menos 4 cartas para a Igreja de Corinto. Dentre estas, duas fazem parte de nossa Bíblia: Em I Co 2:14 - 3:3 lemos:

14 Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque lhe são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. 15 Porém o homem espiritual julga todas as coisas, mas ele mesmo não é julgado por ninguém. 16 Pois quem conheceu a mente do Senhor, que o possa instruir? Nós, porém, temos a mente de Cristo. 1 Eu, porém, irmãos, não vos pude falar como a espirituais, e sim como a carnais, como a crianças em Cristo. 2 Leite vos dei a beber, não vos dei alimento sólido; porque ainda não podíeis suportá-lo. Nem ainda agora podeis, porque ainda sois carnais. 3 Porquanto, havendo entre vós ciúmes e contendas, não é assim que sois carnais e andais segundo o homem?”

Neste texto Paulo separa os homens em 3 categorias: homens naturais, homens carnais e homens espirituais.

Homens Naturais – São pessoas que não conheceram a Jesus e consequentemente não tem o Espírito de Deus em suas vidas. Estes são os homens dirigidos pelos seus instintos mais naturais. Estas pessoas são normalmente seguidoras duma filosofia chamada hedonismo. O hedonismo diz que o homem deve buscar fazer só aquilo que lhe dá prazer e evitar ao máximo aquilo que lhe dá desgosto. Corinto era a expressão exata desta filosofia de vida.

PERGUNTAS: O hedonismo diz que a felicidade está em ter o máximo de prazer e o mínimo de desgosto. Qual sua opinião?

Homens Carnais – São homens que conhecem a Deus e já tiveram uma experiência de conversão. O Espírito Santo habita neles, mas ao invés de obedecerem a voz do Espírito que neles habita, ainda são influenciados pelo pecado e pela cultura. Uma vez que os convertidos de Corinto tinham vindo de uma cultura tão pervertida, apesar de estarem na igreja, ainda tinham atitudes mundanas. Como haviam muitos templos e muitos deuses eram adorados, haviam divisões na igreja e faziam separatismo. Haviam aqueles que se embriagavam em suas ceias. Outros viviam uma vida sexualmente promíscua. Eram pessoas que no passado tinham estas práticas e ainda não tinham deixado completamente a velha vida. Por isto Paulo escreve aos Corintos: “Não vos enganeis: nem impuros, nem idólatras, nem adúlteros, nem efeminados, nem sodomitas, 10 nem ladrões, nem avarentos, nem bêbados, nem maldizentes, nem roubadores herdarão o reino de Deus. 11 Tais fostes alguns de vós; mas vós vos lavastes, mas fostes santificados, mas fostes justificados em o nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus.” (I Co 6:9-11)

Homem Espiritual – O homem espiritual é aquele que conhece a Jesus, tem o Espírito Santo em sua vida e é dirigido por este Espírito. O apóstolo Paulo escreveu: “Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.” (Rm 8:14). Uma pessoa espiritual é uma pessoa que apesar de ainda possuir os mesmos impulsos carnais que qualquer outro, mas decide obedecer ao Espírito Santo e a Palavra de Deus. Decide dizer não ao pecado e sim as obras de Deus. Quando alguém recebe a Jesus começa em sua vida um processo de transformação. O objetivo é cada dia ser mais semelhante a Cristo. No início da igreja quando a Palavra chegou “em Antioquia, foram os discípulos, pela primeira vez, chamados cristãos” (At 11:26) que literalmente significa pequenos Cristos, pois agiam muito semelhantes a Jesus.

Em certa cidade italiana existe a estátua de uma jovem grega de rosto lindíssimo, figura graciosa e expressão nobre. Uma pobre moça do campo avistou certo dia a estátua e depois de contemplá-la por algum tempo, dirigiu-se para casa, onde lavou o rosto e penteou os cabelos. No dia seguinte observou de novo a estátua e, voltando para casa remendou a roupa rasgada. Dia a dia a jovem foi se modificando, seu corpo se fez mais gracioso e seu rosto tomou uma expressão mais refinada, até que, finalmente, veio a parecer-se bastante com a famosa estátua. Ela transformou-se! Leia II Co 3:17-18.

PERGUNTAS: O que já foi transformado em sua vida e o que ainda está em processo de transformação?

Reunião da Célula

1. Encontro

a. Enquanto as pessoas forem chegando, você pode deixar uma música de fundo rodando no ambiente. Isto ajuda a preparar o ambiente para célula e deixa mais descontraído.

b. Nunca deixe de dar muita atenção para os novos na célula. Eles precisam se sentir especiais (como realmente são).

c. Peça para as pessoas que trouxeram os visitantes, apresentarem estas pessoas. Receba a todos com muita expectativa e amor.

d. Quebra Gelo. Pergunta: Qual seu apelido, quem colocou e por que colocaram este apelido em você?

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há que toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. A presença de Deus é que faz com que as pessoas sejam transformadas na célula. Então valorize este momento para todos entenderem que sobretudo a presença de Deus deve ser valorizada e desejada.

c. Ore pelo andamento da célula e por cada pessoa!

3. Edificação

a. O objetivo desta ministração é levar as pessoas a assumirem um compromisso com seu crescimento e transformação, deixando de seguirem seus sentimentos e vontades carnais para terem uma vida santificada em Deus.

b. É importante que cada pessoa de nossa célula esteja numa caminhada de crescimento em Deus. Para isto precisam entender que não podem viver segundo a carne, mas viver segundo o Espírito.

4. Evangelismo

a. Como as pessoas devem ter aberto seus corações sobre a necessidade de transformação em suas vidas, aproveite e orem para que este processo definitivamente aconteça!

b. Ore sempre pelas necessidades das pessoas (pode fazer uso da cadeira da bênção para esta oração).

c. Aproveite para levar as pessoas que ainda não conhecem a Jesus a se entregarem a ele.

d. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para as pessoas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

e. Dê os avisos necessários.

f. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

g. NUNCA deixe de compartilhar os objetivos da célula, discutir como estão avançando nestes objetivos, estabelecer estratégias e orar por eles. Faça SEMPRE isto.

h. Não esqueça de fazer mensalmente a REUNIÃO FESTIVA para facilitar trazer novas pessoas para a célula.

Observação: Para os hebreus Deus estava no centro de tudo e as pessoas viviam para cumprir os planos de Deus. Hoje as pessoas estão no centro e pedem para que Deus as ajude a cumprir seus planos. O centro deixou de ser Deus. Precisamos colocar Deus novamente no centro!

02/10/2019

Veja Mais...

24/Set/2019

A RESPONSABILIDADE.

 
17/Set/2019

PEDIR INSISTENTEMENTE.

 
10/Set/2019

BARAQUE.

 
27/Ago/2019

A RECOMPENSA.