Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > A RECOMPENSA

Estudos da Célula

A RECOMPENSA
 

A Recompensa (Ricardo Wagner, ap.)

Estamos vivendo num tempo onde as coisas acontecem muito rapidamente. Se algo acontece do outro lado do mundo em instantes esta notícia está nos “smart” fones de todo mundo. Nos acostumamos com os alimentos “fast food” tipo Mc Donald’s que são servidos em questão de minutos! Quando queremos saber sobre um assunto em segundos temos acesso a uma infinidade de informações via Google! Se quisermos falar com alguém, apenas ligamos para seu celular pessoal e já estamos em contato. Tudo acontece muito rapidamente. Tudo é para aqui e agora!

Desta forma nossa mente está formatada para o imediatismo. Queremos resultados imediatos. Quando não vemos coisas acontecendo instantaneamente nos desanimamos e muitas vezes abandonamos aquilo. Na grande maioria das vezes perdemos a perspectiva de longo prazo e focamos naquilo que é de curto prazo.

Motivação para Servir a Deus

Há vários motivos pelo qual o homem serve a Deus: por querer agradá-lo (II Co 5:9), pelo amor (Dt 7:9; 11:1; 30:20), por gratidão (Hb 12:28), por medo (Gn 2:17; Dt 28:58-67; Hb 10:30-31), e por recompensa (Dt 28:2-9; Hb 11:6). Mas a forma que Deus usa preponderantemente para nos motivar a andar nos seus caminhos é através da recompensa (galardão, prêmio). Classificamos em dois tipos: as recompensas para esta vida e as recompensas para a para eternidade.

Lc 18:29-30 NAA – “Jesus lhes respondeu:— Em verdade lhes digo que não há ninguém que tenha deixado casa, mulher, irmãos, pais ou filhos, por causa do Reino de Deus, 30 que não receba, no presente, muitas vezes mais e, no mundo por vir, receberá a vida eterna.”

PERGUNTAS: O que mais lhe motiva a servir a Deus? Dê algum exemplo!

Em função da cultura atual, muitas pessoas perderam a perspectiva futura da eternidade e apenas olham para resultados imediatos, o que muitas vezes causa frustração o que leva as pessoas ao desânimo e por fim afastam-se do amor de Deus. Por exemplo, algumas vezes por seguirmos a Jesus, somos zombados e maltratados. Se olharmos na perspectiva do momento ficamos abatidos, mas a longo prazo, há grande recompensa na eternidade:

Lc 6:22-23 – “22 Bem-aventurados serão vocês, quando os odiarem, expulsarem e insultarem, e eliminarem o nome de vocês, como sendo mau, por causa do Filho do homem. 23 “Regozijem-se nesse dia e saltem de alegria, porque grande é a sua recompensa no céu.”

Vemos na Bíblia que tanto Jesus como a grande maioria dos grandes personagens bíblicos que o foco principal de sua motivação não estava na recompensa desta vida, mas na eternidade.

a. Moisés – Moisés deixou a vida regalada (mas pecaminosa e idólatra) dos palácios do Faraó do Egito para viver com os escravos israelitas, pois tinha em vista a recompensa futura.

Hb 11:24-26 NVT – “24 Pela fé, Moisés, já adulto, recusou ser chamado filho da filha do faraó, 25 preferindo ser maltratado junto com o povo de Deus a aproveitar os prazeres transitórios do pecado. 26 Considerou melhor sofrer por causa do Cristo do que possuir os tesouros do Egito, pois tinha em vista sua grande recompensa.”

b. Paulo – Paulo deixou toda seu status no meio dos judeus, passou por sofrimentos incalculáveis, e trabalhou incansavelmente pela recompensa que estava guardada para ele na eternidade.

I Co 9:24-27 NVI – “24 Vocês não sabem que de todos os que correm no estádio, apenas um ganha o prêmio? Corram de tal modo que alcancem o prêmio. 25 Todos os que competem nos jogos se submetem a um treinamento rigoroso, para obter uma coroa que logo perece; mas nós o fazemos para ganhar uma coroa que dura para sempre. 26 Sendo assim, não corro como quem corre sem alvo, e não luto como quem esmurra o ar. 27 Mas esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado.”

c. Jesus – O próprio Jesus, quando se fez homem e habitou entre nós tinha o foco na eternidade.

Hb 12:2 – “Ele (Jesus), pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha, e assentou-se à direita do trono de Deus.”

Nossa recompensa eterna é baseada em duas chaves que determinam tudo sobre nossa eternidade:

a. A primeira chave é o que cremos. Essa chave abre a porta para a vida eterna e determina onde você passará a eternidade. Jo 6:47 – “Em verdade, em verdade vos digo: quem crê em mim tem a vida eterna.”

b. A segunda chave são nossas ações. As ações abrem a porta para determinar como você vai passar a eternidade. Mt 16:27 – “Pois o Filho do homem virá na glória de seu Pai, com os seus anjos, e então recompensará a cada um de acordo com o que tenha feito.”

PERGUNTAS: Muitas pessoas perderam a visão da eternidade para o imediatismo. Dê exemplos! Qual sua experiência pessoal? Você é mais motivado com as recompensas desta vida ou com as recompensas eternas?

Reunião da Célula

1. Encontro

a. Enquanto as pessoas forem chegando, você pode deixar uma música de fundo rodando no ambiente. Isto ajuda a preparar o ambiente para célula e deixa mais descontraído.

b. Nunca deixe de dar muita atenção para os novos na célula. Eles precisam se sentir especiais (como realmente são).

c. Peça para as pessoas que trouxeram os visitantes, apresentarem estas pessoas. Receba a todos com muita expectativa e amor.

d. Quebra Gelo. Pergunta: Qual foi o maior reconhecimento que você já recebeu? (reconhecimento por ter feito algo de valor, por ter ajudado alguém ou uma causa, por ter alcançado uma meta, por ter ido bem na escola...)

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há que toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. A presença de Deus é que faz com que as pessoas sejam transformadas na célula. Então valorize este momento para todos entenderem que sobretudo a presença de Deus deve ser valorizada e desejada.

c. Ore pelo andamento da célula e por cada pessoa!

3. Edificação

a. O objetivo desta ministração levar as pessoas da célula a entender que se suas vidas forem baseadas apenas nas recompensas desta vida, não teríamos motivação em momentos de dificuldades. Nossa principal motivação precisa ser a eternidade!

b. A motivação vinda da recompensa é algo que Deus inventou! Esta é a natureza do homem e não há nada de errado em ser motivado pela recompensa. O grande problema acontece se nossa motivação está apenas nas recompensas desta vida. Quando chegarem as dificuldades e perseguições, perdemos o motivo de andarmos com Deus. Nossa principal motivação precisa estar na eternidade.

4. Evangelismo

a. Ore para que aqueles que estiverem com o foco apenas nesta vida comecem a ver muito mais adiante. Qua depois desta ministração a vida das pessoas seja mudada para não mais esmorecerem diante de dificuldades.

b. Ore sempre pelas necessidades das pessoas (pode fazer uso da cadeira da bênção para esta oração).

c. Aproveite para levar as pessoas que ainda não conhecem a Jesus a se entregarem a ele.

d. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para as pessoas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

e. Dê os avisos necessários.

f. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

g. NUNCA deixe de compartilhar os objetivos da célula, discutir como estão avançando nestes objetivos, estabelecer estratégias e orar por eles. Faça SEMPRE isto.

h. Não esqueça de fazer mensalmente a REUNIÃO FESTIVA para facilitar trazer novas pessoas para a célula.

Observações: É muito importante que o líder de célula tenha uma visão para sua célula, ou seja, onde pretende chegar. A visão do líder para sua célula vai definir onde a célula vai chegar, como mobilizar a célula para suas metas, e qual intensidade que cada pessoa vai colocar no objetivo. Líder sem visão para sua célula não lidera, apenas conduz a reunião!

27/08/2019

Veja Mais...

20/Ago/2019

DEUS DE GUERRA.

 
13/Ago/2019

O AMBIENTE DOS MILAGRES.

 
06/Ago/2019

MILAGRES PARA TODOS.

 
30/Jul/2019

O GRANDE LEGADO.

 
22/Jul/2019

COISAS NOVAS.