Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > Coisas Novas

Estudos da Célula

Coisas Novas
 

"Eis que faço coisa nova, que está saindo à luz; porventura, não o percebeis? Eis que porei um caminho no deserto e rios, no ermo." ( Is 43:19)

"Eis que as primeiras predições já se cumpriram, e novas coisas eu vos anuncio; e, antes que sucedam, eu vo-las farei ouvir."  (Is 42:9)

"Já o tens ouvido; olha para tudo isto; porventura, não o admites? Desde agora te faço ouvir coisas novas e ocultas, que não conhecias."  (Is 48:6)

As três passagens acima nos falam de um novo tempo, de uma nova época em que as coisas são todas novas, completamente diferentes, a tal ponto de nem termos idéia de como são. Isaías explica isto dizendo que são "coisas novas e ocultas", isto é novas e tão diferentes que nem compreendemos como serão.

No Novo Testamento temos duas palavras gregas que são traduzidas como "novo". Apesar de em português estas duas palavras serem traduzidas como "novo", elas têm significados diferentes.

A palavra grega "neos" significa novo, porém não diferente. Por exemplo, se comprarmos um carro popular, teremos um carro novo, porém não diferente dos milhares que vemos todos os dias. É igual aos outros, somente é novo.

A outra palavra para "novo" usado no Novo Testamento é "kainos" que significa novo e diferente. Para entender, vamos retornar a nosso exemplo. Se comprarmos um carro novo, mas existem milhares iguais a ele em nossas ruas, teremos um carro novo, porém igual a muitos outros. Mas se comprarmos uma Ferrari, de uma série especial, teremos não apenas um carro novo. Teremos um carro novo e diferente. Diferente de todos aqueles que vimos andando pelas ruas de nossas cidades.

Certa vez Jesus usou as duas palavras em um mesmo versículo. Todas as duas palavras foram traduzidas como "novo", porém são palavras distintas, com significados distintos.

"Nem se põe vinho novo em odres velhos; do contrário, rompem-se os odres, derrama-se o vinho, e os odres se perdem. Mas põe-se vinho novo em odres novos, e ambos se conservam." (Mt 9:17) 

Jesus disse que vinho novo (neos)  deve ser colocado em odres novos (kainos). Este novo vinho do Espírito não é algo diferente, mas mais do mesmo. O Espírito Santo não pode mudar nem melhorar. É o mesmo vinho, o mesmo Espírito, porém mais dele mesmo sobre nós.

Apesar do vinho não ser diferente, o odre necessariamente precisa ser diferente (kainos). Isto significa que se quisermos das coisas novas de Deus, teremos que mudar radicalmente. O vinho novo é derramado em odres completamente diferentes. A nova unção do espírito de Deus para estes dias será vista quando tivermos novos odres, isto é, novas estruturas capazes de conter mais de Deus.

Não podemos esperar que com as mesmas estruturas que tivemos até agora, tenhamos o vinho novo de Deus, as coisas novas que ele está para realizar. Precisamos ter coragem de escutar a Deus, ver aquilo que ele está dizendo a sua igreja fazer, para experimentarmos o vinho novo, o que Deus está para fazer nestes dias.

Olhamos para as velhas estruturas e nos impressionamos com sua grandeza. Mas elas não são capazes de suportar aquilo que Deus está para fazer. Lembre-se, para se ter o vinho novo de Deus, não adianta continuar com o mesmo odre, é necessário um odre completamente diferente. Quem se atrever a mudar, será o grande candidato para receber o vinho novo.

 

Ricardo Wagner, apóstolo

 

21/03/2005

Veja Mais...

14/Fev/2005

O Tempo de Deus.