Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > CONFIAR NO EGITO?

Estudos da Célula

CONFIAR NO EGITO?
 

Confiar no Egito? (Ricardo Wagner, ap.)

A Bíblia é um livro de uma infinidade de histórias. Encontramos muitos padrões repetitivos nestas histórias. Um dos padrões que se repetem inúmeras vezes é o de muitos personagens buscarem ajuda, refúgio e proteção na terra do Egito. O Egito realmente era uma terra altamente desenvolvida, com alimentação abundante pela fertilidade do vale do Rio Nilo e também havia um exército fortemente capacitado com carros, cavalos e forte armamento. Há vários exemplos:

a. Quando houve fome na terra de Canaã, Abrão foi para o Egito buscar sustento. (Leia Gn 12:10)

O mesmo se repetiu na vida de seu filho Isaque, todavia parando na cidade de Berseba de Abimeleque. (Leia Gn 26:1-2)

b. Igualmente os filhos de Jacó (bem como o mundo inteiro) foram buscar comida no Egito quando houve seca e fome, nos sete anos previsto por José. (Leia Gn 41:57 - 42:3)

c. O Rei Zedequias foi buscar ajuda no Egito quando da invasão de Nabucodonosor a Judá e Jerusalém. (Leia Ez 17:15)

d. Os próprios pais de Jesus foram refugiar-se no Egito quando da perseguição de Herodes. (Leia Mt 2:13-15)

Não há nada de errado buscar ajuda onde existe abundância e segurança. Porém, vemos que algumas vezes a confiança no Egito tornou-se maior que a confiança em Deus. Para os israelitas, o Egito representava força militar e poder por meio de alianças políticas, de modo que depender do Egito tornou-se simbólico de depender do poder humano, em vez de depender de Deus. Algumas vezes Israel confiou mais na força do Egito que no poder de Deus. Então Deus fala:

Is 31:1 – “Ai dos que descem ao Egito em busca de socorro e se estribam em cavalos; que confiam em carros, porque são muitos, e em cavaleiros, porque são mui fortes, mas não atentam para o Santo de Israel, nem buscam ao SENHOR!”

PERGUNTAS: Como no passado muitos buscavam ajuda e confiavam no Egito, quais os “Egitos” das pessoas atualmente?

Diante disto Deus diz:

Is 31:3 – “3 Pois os egípcios são homens e não deuses; os seus cavalos, carne e não espírito.

Porém, Deus mostra que o Egito com todo seu poderio era mais “fachada” do que fato. Em uma expressão de desprezo Deus diz que o Egito é puro blefe, sem consistência. E ele apelida pejorativamente o Egito de “RAABE”.

Isaiah 30:7 NTLH 7 “pois a ajuda do Egito não vale nada. Por isso eu o chamo de Raabe”.

Veja as várias formas que esta palavra Raabe foi traduzida:

Na tradução ARA diz assim “Por isso, lhe chamei Gabarola que nada faz.” (Gabarola significa “aquele que nada faz, inútil”). Na NTLH: “Por isso, estou pondo no Egito o apelido de ‘O Dragão Manso.” Na NVT: “Por isso eu o chamo de Raabe, o Dragão Inofensivo.” Na NAA: “Por isso, eu o chamo de ‘Besta que nada faz.” Na NVI: “Por isso eu o chamo Monstro inofensivo.” E na tradução A Mensagem: “Por isso o chamo Dragão Desdentado.”

Em hebraico, Raabe, significa “aquele que permanece imóvel”. Raabe é o nome de um monstro marinho mítico que, na literatura antiga, representa o caos. É usado aqui como nome poético e de desprezo para o Egito.

Deus alertou Israel, falando sobre o Egito, dizendo que um dia “quando o Senhor estender a mão, aquele que ajuda tropeçará, aquele que é ajudado cairá; ambos perecerão juntos” (Is 31:3). O que Deus estava dizendo é que aquele que é forte hoje vai cair e aqueles que confiam nele cairão juntos.

Então Ezequiel profetizou a derrocada do Egito para mostrar a Israel que aqueles que parecem fortes, nada são, mas a confiança deve permanecer no Senhor!

Ez 29:8-16 – “8 Por isso, assim diz o Senhor Deus: “... 9 A terra do Egito se tornará em desolação e deserto; e saberão que eu sou o Senhor. ... 10 ... Farei da terra do Egito um deserto, uma completa desolação, ... 11 Não passará por ela pé humano, nem pata de animal passará por ela, ... 12 porque tornarei a terra do Egito em desolação, no meio de terras desoladas; as suas cidades no meio das cidades desertas se tornarão em desolação ... 14 ... e serão ali um reino humilde. 15 O Egito se tornará o mais humilde dos reinos e nunca mais se exaltará sobre as nações. Eu os diminuirei, para que não dominem sobre as nações. 16 A casa de Israel nunca mais porá a sua confiança no Egito, confiança essa que me traria à memória a iniquidade de Israel quando se voltava ao Egito em busca de socorro. Então eles saberão que eu sou o Senhor Deus.”

Logo depois destes dias, o Egito foi totalmente destruído e saqueado por Nabucodonosor, tornando-se uma nação inexpressiva no cenário mundial a partir de então. Posteriormente os Medos-Persas, os Gregos e Romanos dominaram o Egito, nunca mais permitindo que uma dinastia de Faraós ressurgisse. Atualmente o Egito é uma nação com muita pobreza e há apenas lembranças daquilo que uma vez foi um poderio em que o mundo buscava ajuda.

PERGUNTAS: Como pode-se ver se uma pessoa confia no Deus verdadeiro ou nos “Egitos” atualmente?

Reunião da Célula

1. Encontro

a. Enquanto as pessoas forem chegando, você pode deixar uma música de fundo rodando no ambiente. Isto ajuda a preparar o ambiente para célula e deixa mais descontraído.

b. Nunca deixe de dar muita atenção para os novos na célula. Eles precisam se sentir especiais (como realmente são).

c. Peça para as pessoas que trouxeram os visitantes, apresentarem estas pessoas. Receba a todos com muita expectativa e amor.

d. Quebra Gelo. Pergunta: Quais especificamente são suas metas para este novo ano de 2020?

 

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há que toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. A presença de Deus é que faz com que as pessoas sejam transformadas na célula. Então valorize este momento para todos entenderem que sobretudo a presença de Deus deve ser valorizada e desejada.

c. Ore pelo andamento da célula e por cada pessoa!

3. Edificação

a. Através desta ministração vemos que uma potencia mundial como o Egito foi transformado num lugar de deserto e pobreza! Deus mostrou através deste exemplo que nossa confiança deve estar nEle, e não na força do homem e dos governos. Neste novo tempo precisamos aprender a alcançar as coisas que Deus tem para nós através da confiança em Deus. Ele é que vai nos levar além daquilo que imaginamos ou pensamos.

b. Esta ministração precisa conduzir todos participantes da célula a colocarem sua confiança única e exclusivamente em Deus. Todo resto é frágil, inseguro e passageiro.

4. Evangelismo

a. Esta ministração nos permite levar as pessoas a se arrependerem por ter colocado sua confiança nos homens e levar todos a confiar única e exclusivamente em Deus. Assim como Ele prometeu a Israel (Is 31:5).

b. Ore sempre pelas necessidades das pessoas (pode fazer uso da cadeira da bênção para esta oração).

c. Aproveite para levar as pessoas que ainda não conhecem a Jesus a se entregarem a ele.

d. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para as pessoas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

e. Dê os avisos necessários.

f. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

g. NUNCA deixe de compartilhar os objetivos da célula, discutir como estão avançando nestes objetivos, estabelecer estratégias e orar por eles. Faça SEMPRE isto.

h. Não esqueça de fazer mensalmente a REUNIÃO FESTIVA para facilitar trazer novas pessoas para a célula.

Observação: Durante o período de verão, não se deve dar férias para as células. Se o líder for viajar, deixe seu auxiliar ou alguma outra pessoa para liderar a reunião de célula. O perigo de dar férias a célula é quando retornar a célula já não mais existir, e ter que se recomeçar tudo novamente. A única alternativa para não ter célula é se todos os membros saírem de férias concomitantemente.

26/12/2019

Veja Mais...

03/Dez/2019

A LINGUAGEM PROFÉTICA.

 
15/Nov/2019

O DEUS DO IMPOSSÍVEL.

 
01/Nov/2019

SEMEAR E COLHER.