Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > A FALHA DOS DISCÍPULOS

Estudos da Célula

A FALHA DOS DISCÍPULOS
 

 A Falha dos Discípulos (Ricardo Wagner, ap.)

Quando escutamos as histórias da Bíblia, quando vemos os personagens bíblicos em pinturas, quando observamos os discípulos de Jesus representados nas antigas esculturas, muitas vezes temos a idéia que eram pessoas de um DNA diferente do nosso. À primeira vista parecem seres humanos que tinham alguma coisa diferente de nós. As vezes quando os vemos representados com uma auréola sobre suas cabeças ou recobertos de luz pensamos que eram seres mais parecidos com anjos que com homens. Mas Tiago nos fala que Elias, homem que realizou grandes milagres, era igual a nós, assim como os discípulos de Jesus, homens falhos, instáveis e inconstantes.

Tg 5:17 – “Elias era homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos.”

No transcorrer da caminhada dos discípulos, em um determinado momento, quando eles não conseguiram expulsar um demônio de um menino, Jesus disse: “Ó geração incrédula e perversa, até quando estarei com vocês e terei que suportá-los?” (Lc 9:41)

Na verdade, os discípulos de Jesus eram pessoas tão normais e símplices que inclusive cometeram erros infantis em sua caminhada junto ao mestre. Vejamos algumas de suas falhas:

1. A imaturidade dos discípulos era tão grande que discutiam para saber qual seria o maior no Reino de Deus. Em outra ocasião a mãe de Tiago e João foi pedir a Jesus que os seus filhos se sentassem um sua a direita e outro a sua esquerda no seu Reino (Mt 20:20-21).

Lc 9:46-48 – “46 Levantou-se entre eles uma discussão sobre qual deles seria o maior. 47 Mas Jesus, sabendo o que se lhes passava no coração, tomou uma criança, colocou-a junto a si 48 e lhes disse: Quem receber esta criança em meu nome a mim me recebe; e quem receber a mim recebe aquele que me enviou; porque aquele que entre vós for o menor de todos, esse é que é grande.”

2. Os discípulos queriam impedir um homem de expulsar demônios em nome de Jesus só porque não andava com eles.

Lc 9:49-50 – “49 Falou João e disse: Mestre, vimos certo homem que, em teu nome, expelia demônios e lho proibimos, porque não segue conosco. 50 Mas Jesus lhe disse: Não proibais; pois quem não é contra vós outros é por vós.”

3. Os discípulos queriam que caísse fogo do céu para consumir uma aldeia samaritana por não terem recebido a Jesus.

Lc 9:51-56 – “51 E aconteceu que, ao se completarem os dias em que devia ele ser assunto ao céu, manifestou, no semblante, a intrépida resolução de ir para Jerusalém 52 e enviou mensageiros que o antecedessem. Indo eles, entraram numa aldeia de samaritanos para lhe preparar pousada. 53 Mas não o receberam, porque o aspecto dele era de quem, decisivamente, ia para Jerusalém. 54 Vendo isto, os discípulos Tiago e João perguntaram: Senhor, queres que mandemos descer fogo do céu para os consumir? 55 Jesus, porém, voltando-se os repreendeu [e disse: Vós não sabeis de que espírito sois]. 56 [Pois o Filho do Homem não veio para destruir as almas dos homens, mas para salvá-las.] E seguiram para outra aldeia.”

PERGUNTAS: Eventualmente você percebe alguma infantilidade em alguns cristãos? E em relação a você?

Se não bastasse estas infantilidades ainda há uma infinidade de manifestações de imaturidade na caminhada dos discípulos, especialmente quando enfrentaram a pressão da prisão e morte de Jesus:

a. Filipe, apesar de ter andado com Jesus por três anos e meio, no último dia ainda não reconhecia que Jesus era o próprio Deus. (Jo 14:8-9)

b. Enquanto Jesus dividia o pão e o vinho na Última Ceia, Lucas nos diz que os discípulos discutiam sobre quem seria o maior entre eles. (Lc 22:24)

c. No momento de maior tristeza e angústia de Jesus, seus três principais discípulos adormeceram e não conseguiram sequer vigiar com ele uma hora. (Mt 26:36-40)

d. Judas deu espaço para Satanás e, por dinheiro, traiu Jesus. (Lc 22:3-6)

e. Quando Jesus estava sendo preso, todos os discípulos o abandonaram e fugiram. (Mc 14:50)

f. Pedro negou Jesus três vezes, mesmo tendo sido avisado que isto aconteceria. (Lc 22:54-61)

g. Tomé duvidou que Jesus havia ressuscitado apesar dele ter repetidamente falado que ressurgiria. (Jo 20:24-25)

h. Depois da ressureição, Jesus disse para esperarem em Jerusalém (Lc 24:49). Em vez disso, todos eles voltam para o mar da Galiléia e retornam ao negócio de pesca. (Jo 21:3)

Se homens como estes transtornaram o mundo antigo (At 17:6) por terem sido empodeirados pelo Espírito Santo, quanto mais nós, que temos uma infinidade de recursos e conhecimento baseados naquilo que funcionou para estes homens imperfeitos. Precisamos crer que não é pela nossa capacidade, mas pelo poder de Deus que agimos. (At 1:8)

PERGUNTAS: Mesmo sendo falhos, podemos fazer diferença neste mundo? Por quê? Como você se percebe nisto tudo?

Reunião da Célula

1. Encontro

a. Enquanto as pessoas forem chegando, você pode deixar uma música de fundo rodando no ambiente. Isto ajuda a preparar o ambiente para célula e deixa mais descontraído.

b. Nunca deixe de dar muita atenção para os novos na célula. Eles precisam se sentir especiais (como realmente são).

c. Peça para as pessoas que trouxeram os visitantes, apresentarem estas pessoas. Receba a todos com muita expectativa e amor.

d. Quebra Gelo. Pergunta: Você já teve um problema que conseguiu solucionar e agora consegue ajudar outros na mesma dificuldade? Conte sua experiência!

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há que toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. A presença de Deus é que faz com que as pessoas sejam transformadas na célula. Então valorize este momento para todos entenderem que sobretudo a presença de Deus deve ser valorizada e desejada.

c. Ore pelo andamento da célula e por cada pessoa!

3. Edificação

a. Muitas vezes olhamos para nossas fraquezas e pensamos que somos incapazes de fazer alguma coisa significativa, especialmente para o Reino de Deus. Esta ministração tem o objetivo de ativar as pessoas que se percebem incapazes para realizarem grandes feitos, com o poder do Espírito Santo, apesar de suas fraquezas e limitações.

b. Observando as limitações dos discípulos de Jesus e as obras que realizaram, podemos tomar o exemplo deles para nos motivar a avançar e fazer grandes coisas para nosso Deus. O poder do Espírito Santo está com todos que receberam sua unção. Precisamos avançar confiando no poder deste Deus e não em nossas próprias forças.

4. Evangelismo

a. Faça com que cada pessoa ore confessando sua fraqueza, mas sobre tudo confiando no poder de Deus. Ore para que a confiança em Deus supere toda e qualquer limitação humana.

b. Ore sempre pelas necessidades das pessoas (pode fazer uso da cadeira da bênção para esta oração).

c. Aproveite para levar as pessoas que ainda não conhecem a Jesus a se entregarem a ele.

d. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para as pessoas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

e. Dê os avisos necessários.

f. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

g. NUNCA deixe de compartilhar os objetivos da célula, discutir como estão avançando nestes objetivos, estabelecer estratégias e orar por eles. Faça SEMPRE isto.

h. Não esqueça de fazer mensalmente a REUNIÃO FESTIVA para facilitar trazer novas pessoas para a célula.

Observação: O sucesso de uma igreja em células é a multiplicação das células. Células só se multiplicam quando líderes se multiplicam. Então, o sucesso de uma igreja em célula é a multiplicação dos líderes. Muitos líderes de célula fazem uma reunião extraordinária, mas não conseguem multiplicar sua célula. Um dos motivos mais comuns é que não se preocupam em formar um novo líder. Preocupam-se em fazer uma boa reunião de célula e não em formar líderes. Deixam passar a oportunidade não incentivando incisivamente potenciais líderes para fazerem os treinamentos. Assim, o tempo passa e a célula se esvai.

05/03/2020

Veja Mais...

13/Fev/2020

O SERVO DA ORELHA FURADA.

 
05/Fev/2020

OS CAVALOS DE ISRAEL.

 
30/Jan/2020

JESURUM.