Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > METANÓIA

Estudos da Célula

METANÓIA
 

Metanóia (Ricardo Wagner, ap.)

Existe uma palavra chave na Bíblia que parece estar no início de todas as manifestações grandiosas de Deus: o arrependimento.

At 3:19-20a – “19 Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados, 20 a fim de que, da presença do Senhor, venham tempos de refrigério, e que envie ele o Cristo, que já vos foi designado, Jesus.”

Neste versículo, que estava presente numa das primeiras pregações de Pedro, bem no início da igreja, ele colocou que o arrependimento traria da parte de Deus “tempos de refrigério”. Foi isto que vemos acontecer no livro de Atos.

Deus levantou a João Batista para preparar a vinda de Jesus. Sua mensagem foi:

Mt 3:1-3 – “1 Naqueles dias, apareceu João Batista pregando no deserto da Judéia e dizia: 2 Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus. 3 Porque este é o referido por intermédio do profeta Isaías: Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do Senhor, endireitai as suas veredas.”

João Batista estava pregando que ele tinha a incumbência de preparar o caminho para a vinda e manifestação de Jesus. E como ele fazia isto: através da pregação de arrependimento. Para que Jesus viesse era necessário que houvesse arrependimento em massa em Israel. E foi exatamente isto que houve na época de João Batista:

Lc 3:7-8 – “7 Dizia ele (João Batista), pois, às multidões que saíam para serem batizadas: Raça de víboras, quem vos induziu a fugir da ira vindoura? 8 Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento e não comeceis a dizer entre vós mesmos: Temos por pai a Abraão; porque eu vos afirmo que destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão.”

O batismo de João com que João batizava era essencialmente o “batismo de arrependimento”.

Mc 1:4-5 – “4 apareceu João Batista no deserto, pregando batismo de arrependimento para remissão de pecados. 5 Saíam a ter com ele toda a província da Judéia e todos os habitantes de Jerusalém; e, confessando os seus pecados, eram batizados por ele no rio Jordão.”

Da mesma forma vemos Deus falando a Jeremias, num tempo de muita dificuldade, que se houvesse arrependimento, Deus manifestaria sua restauração.

Jr 15:19a – “Assim respondeu o Senhor: Se você se arrepender, eu o restaurarei para que possa me servir.”

PERGUNTAS: O que significa “arrependimento” para você. Como poderia se definir esta palavra e este ato?

Apesar “do arrependimento de atos que conduzem à morte” ser um dos fundamentos do cristianismo (Hb 6:1), ele não é compreendido pela grande maioria dos cristãos. Não é de se espantar que o “inimigo” tenha sutilmente causado má interpretação daquilo que é a faísca do início da operação de Deus e assim evitar que haja manifestação de Deus na vida das pessoas e nas nações.

Arrependimento historicamente era entendido como um ato de lamento ou tristeza por erros e pecados cometidos. A palavra no original do N.T. para arrependimento é “metanóia”. Esta palavra vem da junção de duas expressões grega: “meta” que significa “acima de”, além de” ou ainda “depois de” e “nóia” ou “nous” que significa “mente”, “razão” ou “pensamento”. Poderíamos concluir que arrependimento é algo que “vem depois da razão”, ou “acima da mente”. Também está relacionado com “mudança de mente”. Tanto a idéia de lamento por erros cometidos, como a idéia de mudança de mente, pode fazer parte do arrependimento, mas o verdadeiro entendimento está no V.T. que nos explica o conceito de Deus desta palavra.

A palavra arrependimento original do hebraico do A.T. é a palavra “teshuvah”. Esta palavra tem o conceito original de “voltar” ou “retornar” e é usada dessa maneira mais de 1.000 vezes no A.T. Quando o homem pecou no Éden, Deus disse: “porque tu és pó e ao pó tornarás” (Gn 3:19). Esta é a primeira vez que esta palavra foi usada na Bíblia. No livro de Apocalipse, quando João escreve as palavras que Jesus havia lhe falado sobre a igreja de Éfeso, escreve assim.

Ap 2:4-5a – “4 Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. 5 Lembra-te, pois, de onde caíste, arrependete e volta à prática das primeiras obras”.

Este é o conceito original de arrependimento: “voltar ao original”. A palavra restaurar vem da mesma raiz, uma vez que para Deus a restauração significa exatamente isto: voltar ao original. Quando Davi pecou e se arrependeu ele disse:

Sl 51:4a,12 TB – “4 Pequei contra ti, somente contra ti; fiz o que é mau aos teus olhos... 12 Restaura em mim a alegria de tua salvação e torna-me disposto a te obedecer.”

PERGUNTAS: Pelo que vimos acima, o que na prática significa arrependimento? O que é necessário que exista para que se veja que alguém verdadeiramente se arrependeu? Qual a consequência de um verdadeiro arrependimento na vida de uma pessoa?

 

Reunião da Célula

1. Encontro

a. Enquanto as pessoas forem chegando, você pode deixar uma música de fundo rodando no ambiente. Isto ajuda a preparar o ambiente para célula e deixa mais descontraído.

b. Nunca deixe de dar muita atenção para os novos na célula. Eles precisam se sentir especiais (como são).

c. Peça para as pessoas que trouxeram os visitantes, apresentarem estas pessoas. Receba a todos com muita expectativa e amor.

d. Quebra Gelo: Pergunta: Conte para o grupo alguma área de sua vida onde você tinha errado e Deus o transformou.

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há quem toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. A presença de Deus é que faz com que as pessoas sejam transformadas na célula. Então valorize este momento para todos entenderem que sobretudo a presença de Deus deve ser valorizada e desejada.

c. Ore pelo andamento da célula e por cada pessoa!

3.Edificação

a. Cremos realmente que estamos no limiar de um grande mover de Deus sobre a terra. Os profetas em todos os tempos tem profetizado um grande avivamento. A história conta que depois de um caos na sociedade sempre tivemos um tempo de manifestação grandiosa de Deus. Existem certas coisas que precisam acontecer para que este mover de Deus venha sobre a terra. O arrependimento talvez seja a principal das coisas que precisa acontecer.

b. Esta ministração tem o objetivo de levar os membros de nossa célula a não apenas terem um contato com Deus e sua Palavra, mas também que esta palavra produza em suas vidas um retorno aos caminhos do Senhor. Isto é fundamental para que haja manifestação grandiosa de Deus em suas vidas e em nossa nação (II Cr 7:14).

3. Evangelismo

a. Ore para que as pessoas de sua célula não apenas estarem experimentando o contato com o evangelho, mas que sobretudo que venham a voltarem-se para os caminhos do Senhor. Ore para que haja uma transformação em suas mentes e suas ações mostrem o fruto deste arrependimento.

b. Ore sempre pelas necessidades das pessoas (pode fazer uso da cadeira da bênção para esta oração).

c. Aproveite para levar as pessoas que ainda não conhecem a Jesus a se entregarem a ele.

d. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para elas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

e. Dê os avisos necessários.

f. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

g. NUNCA deixe de compartilhar os objetivos da célula, discutir como estão avançando nestes objetivos, estabelecer estratégias e orar por eles. Faça SEMPRE isto.

h. Não esqueça de fazer mensalmente a REUNIÃO FESTIVA para facilitar trazer novas pessoas para a célula.

Observação: O modelo de igreja celular está alicerçado em 4 bases bem sólidas e estas precisam estar funcionando como engrenagens. Se alguma destas engrenagens estiver parada todo sistema vai travar.

TUDO precisa estar funcionando:

A. Células semanalmente;

B. Treinamento para aqueles que estão sendo preparados;

C. Supervisão da liderança

D. Discipulado pessoal.

(Corrigido por Pfta Eneida Wagner)

19/04/2021

Veja Mais...

05/Abr/2021

FILHOS VERDADEIROS.

 
22/Mar/2021

A VISÃO DA AMENDOEIRA.