Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Ministério Profético > Porque os Inimigos Querem Calar a Voz Profética?

Ministério Profético

Porque os Inimigos Querem Calar a Voz Profética?
 

Muitos não conseguem entender como podemos estar em paz em meio tantas dificuldades; muitos não podem entender como temos crescido e prosperado tanto apesar de nossas limitações; muitos não podem entender as conquistas sobrenaturais e os desafios impossíveis que temos vencido; Estão preocupados, pois estamos tomando o espaço que antes era deles.

Mas do mesmo modo que Davi obteve vitória contra todos os seus inimigos (Sl 18), essa palavra hoje nos garante que todo laço do inferno está quebrado, e que fomos livres pelo Senhor para voar ainda mais alto. Ele é o nosso único e verdadeiro socorro, e nunca permitirá que sejamos dados por presa ao inimigo.

Vivemos num tempo onde fica cada vez mais clara a atuação do espírito do Anticristo. Muitos se esquecem que a bíblia nos fala acerca do desejo de Satanás de, se possível for, enganar até aqueles que crêem no Senhor. Seu objetivo maior é matar a Igreja, o Corpo de Cristo, paralisar e impedir a obra de continuar.

O livro de Apocalipse nos fala também acerca do Falso Profeta, que abrirá a sua boca com toda a sorte de mentiras e engano, para levar a humanidade a adorar a besta e afrontar o Senhor. Ele se levanta contra os verdadeiros profetas do Senhor, assim como Jezabel se levantou contra Elias e Salomé contra João Batista. O espírito de Jesabel está sempre muito perto do verdadeiro espírito profético para confundir, fazer com que a credibilidade do verdadeiro espírito profético caia e é exatamente o que acontece quando pastores e líderes se voltam contra o profético por causa de alguns que atuam com o espírito de Jezabel. O que precisamos fazer é separar Elias e suas obras de Jezabel e suas obras e não jogar fora Elias com Jezabel.

Hoje é dia de nos posicionarmos em batalha espiritual para repreendermos e denunciarmos todos aqueles que se levantam com o intuito de calar a voz profética.

POR QUE ELES QUEREM CALAR A VOZ PROFÉTICA?

"Mas o que profetiza fala aos homens para edificação, exortação e consolação." - I Co 14:3

A palavra que vem do Senhor tem características marcantes: ela edifica, ela exorta e ela consola. O inimigo sabe disso, e por isso ele quer calar a voz profética.
Lemos no texto base a história do cerco de Samaria, e como, através da palavra profética na boca de Eliseu, ela saiu de um estado de completa miséria para um estado de grande fartura.
Ao deparar-se com a gravidade da situação, a primeira reação do rei foi querer cortar a cabeça do profeta. Por quê?

Porque a voz profética denuncia os pecados deles - EXORTAÇÃO

"Então disse ele: Assim me faça Deus, e outro tanto, se a cabeça de Eliseu, filho de Safate, lhe ficar hoje sobre os ombros. Estava então Eliseu sentado em sua casa, e também os anciãos estavam sentados com ele, quando o rei enviou um homem adiante de si; mas, antes que o mensageiro chegasse a Eliseu, disse este aos anciãos: Vedes como esse filho de homicida mandou tirar-me a cabeça? Olhai quando vier o mensageiro, fechai a porta, e empurrai-o para fora com a porta. Porventura não vem após ele o ruído dos pés do seu senhor? Quando Eliseu ainda estava falando com eles, eis que o mensageiro desceu a ele; e disse: Eis que este mal vem do Senhor; por que, pois, esperaria eu mais pelo Senhor?" - II Reis 6:31-33

Aqueles que vivem no pecado não gostam do profeta, exatamente porque a palavra traz a verdade acerca do pecado, denunciando e trazendo a luz aquilo que estava em oculto.
Muitos querem ouvir apenas aquilo que lhes convém, pois não querem se consertar, não querem deixar suas velhas práticas e não querem uma vida de comunhão com Deus. Querem ouvir que não precisam fazer nada, nem entregar nada, que não precisam pagar o preço, que não precisam se santificar, que não precisam entregar uma oferta, enfim, não querem se comprometer em viver com Cristo.
No final acabam até culpando o profeta pelo seu fracasso, mas na verdade estão colhendo o fruto de suas ações pecaminosas, ou seja, estão colhendo as conseqüências do que semearam: atitudes de rebeldia, pecado e afastamento de Deus.

O rei Jorão era uma pessoa exatamente assim. Vemos que Eliseu o chama de "filho do homicida", já que ele era filho do rei Acabe e também fez o que era mau aos olhos do Senhor. Ele não gostava nenhum um pouco do profeta e quis responsabilizá-lo pela desgraça em que se encontrava Samaria. A situação na verdade era fruto do pecado do rei e do povo, que haviam se afastado do verdadeiro Deus.

"Eu, o Senhor, esquadrinho a mente, eu provo o coração; e isso para dar a cada um segundo os seus caminhos e segundo o fruto das suas ações." - Jr 17:10

Porque a voz profética traz provisão para a obra do Senhor - EDIFICAÇÃO

"Então disse Eliseu: Ouvi a palavra do Senhor; assim diz o Senhor: Amanhã, por estas horas, haverá uma medida de farinha por um siclo, e duas medidas de cevada por um siclo, à porta de Samaria. Porém o capitão em cujo braço o rei se apoiava respondeu ao homem de Deus e disse: Ainda que o Senhor fizesse janelas no céu, poderia isso suceder? Disse Eliseu: Eis que o verás com os teus olhos, porém não comeras." - II Reis 7:1-2
O inimigo sabe que os recursos na mão da Igreja transformam-se em vidas salvas, e que a medida em que a obra do Senhor cresce, as obras dele são destruídas, por isso ele quer impedir que a provisão venha para a casa de Deus.
O povo de Samaria estava vivendo debaixo de total miséria e opróbrio, e era assim que o diabo queria mantê-los. Não é de se estranhar que houvesse um levante contra uma voz profética que trouxesse libertação e prosperidade ao povo.
Não é de se admirar também que o primeiro ataque de Satanás ao falar da Igreja sempre se relacione a questão financeira:
Você é trouxa de entregar o dízimo naquela igreja...
O pastor está enriquecendo as tuas custas..
Você está sendo enganado...Acho que fizeram uma lavagem cerebral em você...

"Por que não se vendeu este bálsamo por trezentos denários e não se deu aos pobres? Ora, ele disse isto, não porque tivesse cuidado dos pobres, mas porque era ladrão e, tendo a bolsa, subtraía o que nela se lançava." - Jo 12:5-6

Porque a voz profética consola o coração do justo - CONSOLAÇÃO

"E sucedeu que, passando o rei de Israel pelo muro, uma mulher lhe gritou, dizendo: Acode-me, ó rei meu Senhor. Mas ele lhe disse: Se o Senhor não te acode, donde te acudirei eu? da eira ou do lagar? Contudo o rei lhe perguntou: Que tens? E disse ela: Esta mulher me disse: Dá cá o teu filho, para que hoje o comamos, e amanhã comeremos o meu filho. Cozemos, pois, o meu filho e o comemos; e ao outro dia lhe disse eu: Dá cá o teu filho para que o comamos; e ela escondeu o seu filho." - II Reis 6:26-29

O incrédulo não vive o consolo, mas vive atormentado, pois não está aberto ao refrigério que a palavra traz. Quando o homem está longe de Deus e não tem a direção de uma palavra profética sobre a sua vida, começa a viver o desespero e a angústia, ficando nas mãos de Satanás e tomando atitudes absurdas, como as mães de Samaria que comeram seus próprios filhos.
A palavra de Eliseu traria conforto e esperança para o povo, mas o capitão do rei preferiu continuar na incredulidade. Ele veria o milagre mas não comeria dele.
Muitos se levantam para querer nos calar, dizendo que estamos enganando, iludindo e dando falsas esperanças para as pessoas. Exatamente porque o diabo quer manter as pessoas debaixo do seu domínio de terror e morte, e impedir que as pessoas recebam uma palavra de conforto que liberta suas almas da opressão.

"O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância." - Jo 10:10

COMO VENCER AQUELES QUE QUEREM CALAR A VOZ PROFÉTICA

O intento do diabo através de suas afrontas é que os profetas de Deus percam a credibilidade e que o povo deixe de ouvir a voz profética que traz a cura e a vitória. Por isso para vencermos é necessário que tenhamos atitudes totalmente contrárias aquelas que o inimigo esperava de nós.

Ouvir e obedecer a voz profética, abrindo-se para viver uma vida de santidade e integridade

É tempo de ouvirmos os profetas do Senhor e nos abrirmos para obedecer a palavra. Muitos tem ouvido e não tem praticado, e assim fazem o jogo do inimigo. Devemos ser praticantes da palavra, nos abrindo para a cura e a libertação, nos abrindo para mudanças de atitudes e comportamento, buscando uma vida de santidade no altar do Senhor.

"E sede cumpridores da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. Pois se alguém é ouvinte da palavra e não cumpridor, é semelhante a um homem que contempla no espelho o seu rosto natural; porque se contempla a si mesmo e vai-se, e logo se esquece de como era. Entretanto aquele que atenta bem para a lei perfeita, a da liberdade, e nela persevera, não sendo ouvinte esquecido, mas executor da obra, este será bem-aventurado no que fizer." - Tg 1:22-25

Continuar a trazer os recursos para a Casa do Senhor numa dimensão muito maior do que antes

Se já nos comprometíamos com a obra, agora é tempo de nos envolvermos muito mais: ofertar mais, trabalhar mais, ir mais a igreja, enfim, entrarmos em um nível de entrega muito maior do que tudo o que já vivemos.
A oferta que repreende o inimigo, e que impede que a obra sofra, é a oferta do despojamento, uma entrega sobrenatural que nos faz viver um nível de provisão pessoal e ministerial que nunca experimentamos.
"Respondeu Jesus: Em verdade vos digo que ninguém há, que tenha deixado casa, ou irmãos, ou irmãs, ou mãe, ou pai, ou filhos, ou campos, por amor de mim e do evangelho, que não receba cem vezes mais, já neste tempo, em casas, e irmãos, e irmãs, e mães, e filhos, e campos, com perseguições; e no mundo vindouro a vida eterna." - Mc 10:29-30

Continuar a crer que os milagres vão acontecer da maneira como o profeta falou

A fé é a chave para vivermos os milagres. O intento do diabo é que não creiamos mais nas palavras dos profetas do Senhor, por isso, mais do que nunca, é tempo de crermos e nos posicionarmos, pois viveremos um poderoso tempo de milagres, onde Deus irá honrar a palavra na boca de seus servos, e o povo será abençoado de forma sobrenatural.

Creia! Declare! Vai acontecer na minha vida porque eu ouvi a voz profética!

"Pela manhã cedo se levantaram saíram ao deserto de Tecoa; ao saírem, Josafá pôs-se em pé e disse: Ouvi-me, ó Judá, e vós, moradores de Jerusalém. Crede no Senhor vosso Deus, e estareis seguros; crede nos seus profetas, e prosperareis." - II Cr 20:20

CONCLUSÃO

"Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela." - Mt 16:18
Vemos através da história que o Principado de Roma sempre quis calar a verdadeira voz profética da Igreja de Cristo e de seus profetas, mas ele nunca conseguiu e nunca conseguirá.
Temos uma unção apostólica sobre as nossas vidas, por isso não nos calaremos diante das afrontas do inimigo, mas continuaremos profetizando e vivendo os milagres que testificam a palavra profética, e a semelhança dos primeiros apóstolos continuaremos a expandir o reino de Deus, a despeito das perseguições e das oposições.

TEXTO BASE: II Reis 6:24-33, 7:1-2 e Salmo 124

07/08/2004