Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos / Liderança > A Igreja Que Deus Quer

Estudos / Liderança

A Igreja Que Deus Quer
 

Como está a igreja hoje? Será que é a igreja que Deus quer, ou é a igreja que o homem quer?

A igreja que o homem quer tem suas próprias características.

a) A igreja que o homem quer é usada para beneficiar sua cúpula.

b) A igreja que o homem quer tem um desejo insaciável por poder humano a ponto de negociar os ideais cristãos e princípios bíblicos para galgar cargos de poder ou ser beneficiada política ou financeiramente, a semelhança do que acontecia na idade média com a comercialização de indulgências.

c) A Igreja que o homem quer usa fortemente o marketing para transformar o nome de sua denominação em marca a fim de fidelizar os membros vendendo uma idéia exclusivista.

d) A igreja que o homem quer exalta seus líderes levando seus seguidores a uma idolatria a liderança.

e) A igreja que o homem quer é aquela que não sofre confrontações da sociedade e paga qualquer preço para não ser taxada como fundamentalista ou radical, preferindo pregar e fazer aquilo que a sociedade aplaude. É um povo pusilânime, sem identidade que não faz história.

Hoje é fácil nos confundirmos em meio a tantas filosofias relacionadas a igreja e tantas placas denominacionais das diferentes propostas de compreensão de igreja. Muitas são as concepções humanas sobre igreja. Há aqueles que crêem que igreja é uma denominação antiga cujas raízes se estendem até o apostolado da igreja primitiva. Outros crêem que igreja é um templo. Alguns crêem que a igreja é apenas mais uma manifestação religiosa, outros crêem que a igreja não atua no poder de Deus e se limita a ser uma instituição de ensino e regrador de conduta social.

A igreja que Jesus concebeu tinha certas características que foram perdidas durante os séculos, mas estão sendo restauradas nestes tempos proféticos.

Quais são algumas características da igreja que Deus quer?

A igreja que Deus quer tem como líderes pessoas que dão a vida por ela e não usam as vidas para benefício próprio. A igreja concebida por Deus é um santo resultado de sacrifícios: Jesus literalmente morto por ela e seus discípulos negando-se a si mesmos entregando suas vidas por amor a esta igreja. Da mesma maneira que acontecia com os líderes da igreja primitiva.

A igreja que Deus quer gera milagres. Atos 4:30  enquanto estendes a mão para fazer curas, sinais e prodígios por intermédio do nome do teu santo Servo Jesus. Há os que não crêem ser possíveis os milagres hoje. Há os que crêem que seja possível para os outros, mas não para eles. Há os que crêem ser para eles, mas não os recebem e outros que recebem. A igreja que Deus quer é uma igreja que opera em Seu poder para surgirem os milagres.

A igreja que Deus quer cresce em número. Atos 9:31  A igreja, na verdade, tinha paz por toda a Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo, crescia em número. Há os que dizem que Deus quer mesmo é qualidade e não importa tanto a quantidade. Em 1Timóteo 2:4 diz que “Ele quer que todos sejam salvos e venham a conhecer a verdade”. Qual é a quantidade expressa nesta frase? Todos! Qual é a quantidade de “todos”? Significa mais de seis bilhões de pessoas. Quem argumenta que quantidade não é tão importante não compreende o amor de um pai. Imagine um pai que tem dez filhos e sete sairam de casa e não voltaram mais. Qual é a reação deste pai? Será que sua reação seria algo como cuidar destes três tendo bastante intimidade com eles sem fazer o máximo de esforço por achar os outros sete? A bíblia diz que o bom pastor mais se alegra com a ovelha achada do que com as noventa e nove que estão no aprisco. Deus não fica se regozijando com as noventa e nove dizendo: “ é só uma ovelha não tem problema tenho aqui todas estas”. O coração amoroso do Pai clama por altos números, conversões em massa e que sejam consolidadas.

A igreja que aproveita as oportunidades. Atos 14:27  Ali chegados, reunida a igreja, relataram quantas coisas fizera Deus com eles e como abrira aos gentios a porta da fé. A igreja idealizada por Jesus é uma igreja que avança, que passa através das portas que Deus abre. Muitos podem achar tão simples pedir para que Deus lhe abra portas, porém muitas portas são abertas, mas pessoas não se motivam a passar por elas. Muitas portas podem ser estreitas e falta coragem. A porta da pregação do evangelho em Roma diante de César a qual Deus prometeu que abriria foi no mínimo curiosa e muito estreita. At 9: 15 Mas o Senhor lhe disse: Vai, porque este é para mim um instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel. Deus havia dito que Paulo pregaria para reis, creio que entre eles estava o imperador César. Porém, como Paulo riria para Roma? Quem pagaria sua viagem? Como aconteceria? Uma circunstância surgiu para que ele fosse julgado em Roma diante de César, então a porta se abriu, todavia foi uma porta estreita e difícil de passar, ele foi para Roma preso sob várias acusações mentirosas. Alguém neste caso iria fazer guerra espiritual. Repreenderia o Diabo que estaria armando uma cilada. Ou se sentiria um derrotado, porém para uma igreja que aproveita as oportunidades e passa pelas portas que Deus abre não tem tempo ruim. A igreja que aproveita as oportunidades conhece os tempos de Deus a ponto de aquilo que parece total derrota para os outros, para esta igreja é tempo oportuno para o cumprimento da promessa de Deus. 

A igreja que Deus quer impacta a sociedade. At 4:32 Da multidão dos que creram ... Houve um impacto na sociedade local, uma multidão se converteu ao Senhor. Os eventos cristãos mobilizavam boa parte da sociedade, assim devemos almejar hoje! Impactar a localidade, região e o país.

A Igreja que Deus quer é apostólica, Ef 4:11. Pastor tem uma função principal específica, pastorear um rebanho já existente, cuidar das ovelhas que estão no aprisco. Assim, as igrejas pastorais, dirigidas por pastores com visão pastoral, privilegia mais o cuidado com o grupo existente do que traçar estratégias para alcançar os de fora, evidenciando assim, um grupo mais fechado com pouco crescimento e com bastante problemas internos de relacionamentos, já que a igreja fica olhando para si mesma fechada entre quatro paredes erigidas por esta visão. Mesmo que o líder na visão pastoral fale e tente vender a idéia de questões apostólicas como enviar, não é bem sucedido porque a visão como um todo deve ser transicionada para a visão apostólica. A igreja apostólica é uma igreja que privilegia o “enviar” por isto é uma igreja que avança, que invade lugares onde as trevas dominavam, uma igreja que tem estratégias de como preparar pessoas para serem enviadas.

Igreja que Deus quer prospera em meio a dificuldades. At 8:1 E Saulo consentia na sua morte. Naquele dia, levantou-se grande perseguição contra a igreja em Jerusalém; e todos, exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões da Judéia e Samaria. At 8: 4-6 Entrementes, os que foram dispersos iam por toda parte pregando a palavra. Filipe, descendo à cidade de Samaria, anunciava-lhes a Cristo. As multidões atendiam, unânimes, às coisas que Filipe dizia, ouvindo-as e vendo os sinais que ele operava. Muitos esperam tempos de bonança e tranqüilidade para avançarem na pregação do evangelho e assim estabelecerem novas igrejas, mas o crescimento do Reino de Deus não precisa da licença do homem ou do Diabo para crescer, isto é, não precisa esperar as circunstâncias melhorarem, ou esperar o Diabo aliviar seus ataques. A igreja que Deus quer avança e conquista em quaisquer circunstâncias.

A igreja que Deus quer é unida no propósito. At 4:32 Da multidão dos que creram era um o coração e a alma. Sabemos que está longe da igreja como um todo viver esta realidade, mas o mínimo que podemos esperar e buscar é ter uma unidade assim nas equipes de trabalho. Sejam estas equipes redes apostólicas, denominações, igrejas locais, ministérios, grupos de louvor, grupos de intercessão, grupos proféticos, mas o incrível é que nem em pequenos grupos esta realidade de ter um só coração é 100% verdadeira.Graças a Deus que Ele está equipando a igreja com grandes riquezas de revelação e conhecimento como: cura interior, discernimento de espíritos como: espírito de Jezabel, espírito de Absalão, espírito de Saul, espírito de Caim, entre outros que procuram destruir equipes de trabalho no Reino de Deus.   

Conclusão. Não há na terra ainda uma expressão de igreja exatamente como Deus quer, a igreja está em fase de restauração e reforma, mas o que existe são grupos que insistem em continuar sendo a igreja que o homem quer, a igreja que o fundador queria que fosse ou que a sociedade aprova e quer. Porém há também os que romperam estes paradigmas e estão caminhando a passos largos para ser a igreja que Deus quer.

Vanderlei Cardoso, pastor

 

03/05/2007

Veja Mais...

19/Nov/2006

Qual É Minha Bandeira?.

 
15/Ago/2006

O Poder de Um Pai.