Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > OS INCONFORMADOS

Estudos da Célula

OS INCONFORMADOS
 

Os Inconformados (Ricardo Wagner, ap.)

Leia Lc 15:11-32. A Parábola do Filho Pródigo possui uma vasta riqueza de ensinamentos. Usando esta parábola como base vamos ver como inicia o processo de transformação para uma vida vitoriosa de uma pessoa com Deus.

A história conta que o filho pródigo depois de gastar sua herança dissolutamente caiu no fundo poço a ponto de não ter o que comer. Nem sequer permitiam que comesse a comida dos porcos. Quando estava justamente nesta situação de desespero a Bíblia relata: “17 Então, caindo em si, disse: Quantos trabalhadores de meu pai têm pão com fartura, e eu aqui morro de fome! 18 Levantar-me-ei, e irei ter com o meu pai, e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; 19 já não sou digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus trabalhadores. E, levantando-se, foi para seu pai.” (Lc 15:17-20a). Em outra tradução a expressão “caindo em si” foi traduzida como “cair na realidade”. Este foi o exato momento que a história do filho pródigo começou a mudar. Numa linguagem moderna chamamos este momento de “ponto de inflexão”, quando a história começa a mudar, quando as coisas mudam de rumo.

Analisando este momento vemos que o filho pródigo comparou sua situação com aquilo que o Pai tinha para lhe oferecer. Ele disse: “Quantos trabalhadores de meu pai têm pão com fartura, e eu aqui morro de fome!” Fazendo este comparativo ele ficou inconformado com sua situação que estava vivendo e tomou a decisão de voltar à casa do Pai.

Enquanto as pessoa estão conformadas com a situação em que estão vivendo (ou enquanto as pessoas confiam que pelas suas próprias forças conseguem solver seus problemas) não tendo em vista que Deus tem algo muito superior para elas, permanecem na mesmice e Deus não pode mudar a situação em que se encontram. O caminho para Deus fazer coisas grandes na vida de uma pessoa começa com ela estar inconformada com sua situação que se encontra diante de todas as grandes promessas de Deus para sua vida: “Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra” (Is 1:19).

PERGUNTA: Rm 12:2 diz “Não vos conformeis com este mundo”! Como esta expressão se aplica ao Filho Pródigo?

A História do Inconformado Gideão

Na época dos juízes de Israel os midianitas por sete anos seguidos invadiram Israel e destruíam todo fruto da terra (Leia Jz 6:1-16). A Bíblia diz que “Israel ficou muito debilitado com a presença dos midianitas” (Jz 6:6). Diante desta situação desesperadora Deus vem para interferir e mudar a história através de um homem que explicitamente mostrava-se inconformado com a situação de Israel uma vez que tinham um Deus tão poderoso. Este homem era Gideão. Gideão era a pessoa mais insignificante de seu país. Ele mesmo afirma isto: “Eis que a minha família é a mais pobre em Manassés, e eu, o menor na casa de meu pai” (Jz 6:15). O filho mais novo na época era o mais desprezado da família. Sua família era a mais pobre da tribo de Manassés. Esta era a tribo com maior número de pessoas e sua família era a mais insignificante. Isto nos mostra que quando estamos inconformados, não importa quem sejamos, mesmo assim Deus opera maravilhas.

Deus vem convocar Gideão para livrar Israel das mãos dos Midianitas: “Então, se virou o SENHOR para ele (Gideão) e disse: Vai nessa tua força e livra Israel da mão dos midianitas; porventura, não te enviei eu?” (Jz 6:14). Gideão, sabedor de sua insignificância diz: “Ai, Senhor meu! Com que livrarei Israel?” (Jz 6:15b). Mas o Senhor rebateu: “Já que eu estou contigo, ferirás os midianitas como se fossem um só homem(Jz 6:16).

Mas por que Deus escolheu justamente alguém tão insignificante para realizar tão grande feito? A resposta está na manifestação que Gideão expressou ao Senhor: “Ai, senhor meu! Se o SENHOR é conosco, por que nos sobreveio tudo isto? E que é feito de todas as suas maravilhas que nossos pais nos contaram, dizendo: Não nos fez o SENHOR subir do Egito? Porém, agora, o SENHOR nos desamparou e nos entregou nas mãos dos midianitas.”

Veja que Gideão compara a grandeza e o poder do Deus de Israel com a situação de desespero que estavam vivendo. Gideão estava inconformado: como podia Israel estar sofrendo de tal forma tendo um Deus tão poderoso? Mesmo ele sendo a pessoa mais insignificante de uma nação inteira, seu inconformismo o levou a ser o libertador de Israel. Ele tinha as claras características de uma pessoa inconformada, que Deus usa para fazer coisas extraordinárias:

a. Estava vivendo uma situação de desespero e penúria.

b. Sabia das promessas e do poder de seu Deus.

c. Sabia que pelas suas forças não poderia vencer.

d. Aprendeu a depender exclusivamente de Deus.

Assim, por Gideão “foram abatidos os midianitas diante dos filhos de Israel e nunca mais levantaram a cabeça” (Jz 8:28).

PERGUNTAS: Você está conformado com sua situação da sua vida ou sabe que Deus tem muito mais? O que fazer?

Reunião da Célula

1. Encontro

a. As pessoas novas que são a vida da célula. Uma célula que não se mobiliza para trazer pessoas novas não tem perspectiva de futuro. Crie estratégias para sempre terem pessoas novas na célula.

b. Peça para as pessoas que trouxeram os visitantes, apresentarem estas pessoas. Receba a todos com muita expectativa e amor.

c. Quebra Gelo. Pergunta: Você já viu uma pessoa ser injustiçada através de palavras ou ações (tipo ter feito algo e não ser reconhecido)? Conte o caso! Qual foi sua reação?

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há que toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. Este é um momento para criar um ambiente onde o Espírito Santo se sinta a vontade. Então, não leve esta parte da célula com leviandade. Deste momento depende o agir de Deus durante a reunião.

c. Orem de mão dadas. Cada pessoa pode fazer uma oração. Pode ser inclusive em sequência. Alguém inicia e a pessoa do lado continua.

3. Edificação

a. O objetivo desta ministração é levar as pessoas a entenderem que quanto maior sua indignação com sua situação comparado ao que Deus tem para elas, mais propício será os milagres de Deus em sua vida.

b. Quanto mais você conseguir gerar esta inconformação e indignação das pessoas para a mudança, mais resultados serão vistos em suas vidas.

4. Evangelismo

a. Ore com intrepidez para ver o resultado de Deus na vida das pessoas. Que seja visto esta inconformação em sua oração. Não aceite passivamente a situação de penúria como algo normal. Lute pelas pessoas que Deus colocou em suas mãos.

b. Ore sempre pelas necessidades das pessoas (pode fazer uso da cadeira da bênção para esta oração)

c. Aproveite para levar as pessoas que ainda não conhecem a Jesus a se entregarem a ele.

d. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para as pessoas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

e. Dê os avisos necessários.

f. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

g. NUNCA deixe de compartilhar os objetivos da célula, discutir como estão avançando nestes objetivos, estabelecer estratégias e orar por eles. Faça SEMPRE isto.

h. Não esqueça de fazer mensalmente a REUNIÃO FESTIVA para facilitar trazer novas pessoas para a célula.

Observações:

Mobilize todas as pessoas a visitarem tanto os participantes da célula como outras pessoas durante a semana. Esta interação gera um espírito de unidade e propósito. Todos da célula ao menos deveriam de fazer uma visita (nem que seja muito rápida – 15 min) a outras pessoas durante a semana. Gere esta cultura em todos membros da célula.

30/04/2019

Veja Mais...

23/Abr/2019

OS PODEROSOS FILISTEUS.

 
08/Abr/2019

COMO AGRADAR A DEUS.