Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > NÃO DESANIMES

Estudos da Célula

NÃO DESANIMES
 

Não Desanimes! (Ricardo Wagner, ap.)

Texto Base: I Sm 30:1-7, Sl 73

O salmista Asafe estando já cansado de fazer o bem e ver as coisas não acontecerem (e muitas vezes ver os outros prosperarem) escreveu o seguinte: “Quanto a mim, porém, quase me resvalaram os pés; pouco faltou para que se desviassem os meus passos” (Sl 73:2). Asafe estava cansado de fazer as coisas certas e ver que para ele as coisas pareciam tão difíceis enquanto os outros prosperavam. E isto fez com que ele desfalecesse!

Parece ser esta a história de muitas pessoas. Por isto o apóstolo Paulo escreveu: “E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não desfalecermos(Gl 6:9). Paulo nos exorta a não desfalecermos (desanimarmos, perdermos as esperanças, entrarmos em depressão) em nossa caminhada de fazer o bem, o certo, o excelente, pois a tempo colheremos o resultado.

Numa história na vida de Davi que era um homem segundo o coração de Deus vemos que ele também desânimou em certo momento em sua vida, mas aprendemos com ele em como sair desta situação de desânimo e vencermos diante de situações mais terríveis de nossas vidas!

Davi e o caso de Ziclague

Já faziam mais de 13 anos que Davi havia sido ungido por Samuel para ser Rei de Israel. Ainda mais, destes 13 anos, 7 anos ele fugia de Saul, pois este queria mata-lo por inveja. Davi fugia pelo deserto escondendo-se nas cavernas. Numa destas, a caverna de Adulão, juntou uma turba de 600 homens que se tornaram posteriormente os valentes de Davi.

Davi e este grupo de homens com suas mulheres e filhos estabeleceram-se em Ziclague, uma região ao sul de Judá. Um dia quando os homens saíram para batalha, vieram os Amalequitas e colocaram fogo na cidade, roubaram tudo e levaram todas as mulheres e crianças. Quando Davi e os homens retornaram só restava destruição. Os homens se desesperaram e entraram numa comoção e desânimo generalizado.

1. O que causa o desânimo?

a. Muito tempo de espera. Davi já enfrentava uma luta injusta há mais de 7 anos. Fazia o bem. Agia de forma correta e justa, mas a única coisa que colhia era a perseguição e injustiça.

b. Uma experiência negativa. Davi e seus homens, mesmo diante das circunstâncias negativas, sempre lutava e batalhava com vitalidade. Mas agora, ao retornar de uma de suas guerras, encontrou sua cidade completamente devastada e todas as mulheres e filhos que haviam permanecido na cidade haviam sido levados para serem escravos dos amalequitas.

c. Desesperar pela situação. Vemos nesta história que “Davi e o povo que se achava com ele ergueram a voz e choraram, até não terem mais forças para chorar” (I Sm 30:4). Podemos lamentar pela situação, mas eles entraram em desespero. Choraram até não terem mais forças. Quanto mais desesperados, maior o desânimo.

d. Amargura. A amargura é o sentimento de fazer justiça própria. “Davi muito se angustiou, pois o povo falava de apedrejá-lo, porque todos estavam em amargura” (I Sm 30:6a).

2. Como vencer o desânimo?

a. O ânimo não encontramos nas circunstâncias, nas pessoas, nem nas palavras ou em situações. Nos reanimamos no Senhor. Muitas vezes procuramos pessoas ou esperamos que a situação mude e que ventos favoráveis venham para nos animarmos. Mas um vencedor alicerça seu ânimo no Senhor, que nunca falha. “Davi se reanimou no SENHOR, seu Deus” (I Sm 30:6b).

b. Nossa confiança e força está em Deus e na sua justiça. Davi em outros momentos onde os outros estavam desanimados mostrou que sua força estava no Senhor. Quando o gigante desafiou o exército de Israel ele dizia: “Quem é, pois, esse incircunciso filisteu, para afrontar os exércitos do Deus vivo?” (I Sm 17:26). “Davi disse a Saul: Não desfaleça o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá e pelejará contra o filisteu” (I Sm 17:32). “Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do SENHOR dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado” (I Sm 17:45).

c. Precisamos entrar na presença de Deus, pois ele nos traz alento, direção e confiança em sua fidelidade. Diante desta situação, Davi buscou ao Senhor: “Traze-me aqui a estola sacerdotal. E Abiatar a trouxe a Davi. 8 Então, consultou Davi ao SENHOR” (I Sm 30:7b-8a). Esta também foi a atitude de Asafe ao desanimar diante das situações: “até que entrei no santuário de Deus e atinei com o fim deles. 18 Tu certamente os pões em lugares escorregadios e os fazes cair na destruição. 19 Como ficam de súbito assolados, totalmente aniquilados de terror!” (Sl 73:17-19). Duas semanas se passaram deste evento e Davi recobrou tudo roubado e se tornou Rei de Judá!

Reunião da Célula

1. Encontro

a. Peça para as pessoas que trouxeram os visitantes, apresentarem estas pessoas. Receba a todos com muita expectativa e amor.

b. Quebra Gelo. Pergunta: Estamos no início do ano. Um tempo de recomeços. O que te gera ânimo diante dos desafios da vida?

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há que toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. Peça para quem quiser compartilhar suas expectativas para este novo ano.

3. Edificação

a. O ano de 2019 será de uma pesca maravilhosa! Para isto todos precisam estar animado e recobrarem as forças para alcançarem resultados fantásticos. Este é o objetivo desta ministração. Tirar as pessoas do desânimo e as ativarem para o grande ano que está nascendo! Ano da Justiça de Deus!

4. Evangelismo

a. Como esta reunião tem o objetivo de levantar todas as pessoas para agirem positivamente em relação aos próximos meses, orem para que todas as pessoas da célula coloquem suas forças no Senhor. Se houver alguém que está passando por algum momento especial de depressão e desmotivação, orem especialmente por esta pessoa.

b. Aproveite para levar as pessoas que ainda não conhecem a Jesus a se entregarem a ele.

c. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para as pessoas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

d. Dê os avisos necessários.

e. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

Observação: Neste ano não permita de jeito nenhum que sua célula fique improdutiva. Coloque objetivos muito específicos, para que todos estejam engajados em trazer novas pessoas as células. E não esqueça de organizar muito bem o sistema de consolidação destas novas pessoas.

31/12/2018

Veja Mais...

07/Jan/2019

DEUS PODEROSO.

 
04/Jun/2018

A SEGUNDA CHANCE.