Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > COAUTORES DA HISTÓRIA

Estudos da Célula

COAUTORES DA HISTÓRIA
 

Coautores da História (Ricardo Wagner, ap.)

É interessante como vemos na Bíblia certas situações que já estavam definidas e com destino estabelecido, mas que mudaram através da oração. Aparentemente não havia nada o que fazer, pois Deus mesmo havia estabelecido seu veredito. Porém, vemos que o próprio Deus abre a possibilidade de o homem intervir na história, mesmo que em muitos casos já estar determinado por Deus certos juízos. Isto mostra que Deus quer escrever a história juntamente conosco e nos dá a oportunidade de sermos os coautores da história juntamente com ele. Vamos ver alguns exemplos:

1. O Rei Ezequias. Ezequias foi um dos poucos reis de Judá que agradaram a Deus. Não houve outro rei como ele nem antes nem depois. Obedeceu a Deus e fez com que o culto ao Senhor fosse restaurado em todo o Israel e por isto obteve grande êxito no que fazia (II Rs 18:1-7). Mas em certo momento de sua caminhada ele ficou doente com úlcera estomacal (alguns dizem que era uma espécie de câncer no estômago), e o profeta Isaías já havia profetizado a sua morte. Mas a história mudou através da sua oração:

II Rs 20:1-11 – “1 Naqueles dias, Ezequias adoeceu de uma enfermidade mortal; veio ter com ele o profeta Isaías, filho de Amoz, e lhe disse: Assim diz o SENHOR: Põe em ordem a tua casa, porque morrerás e não viverás. 2 Então, virou Ezequias o rosto para a parede e orou ao SENHOR, dizendo: 3 Lembra-te, SENHOR, peço-te, de que andei diante de ti com fidelidade, com inteireza de coração, e fiz o que era reto aos teus olhos; e chorou muitíssimo. 4 Antes que Isaías tivesse saído da parte central da cidade, veio a ele a palavra do SENHOR, dizendo: 5 Volta e dize a Ezequias, príncipe do meu povo: Assim diz o SENHOR, o Deus de Davi, teu pai: Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas; eis que eu te curarei; ao terceiro dia, subirás à Casa do SENHOR. 6 Acrescentarei aos teus dias quinze anos e das mãos do rei da Assíria te livrarei, a ti e a esta cidade; e defenderei esta cidade por amor de mim e por amor de Davi, meu servo.”

2. O Rei Manassés. Manassés era filho de Ezequias. Quando iniciou seu reinado, tinha 12 anos e, por 55 anos, governou em Jerusalém. Ao contrário de seu pai, Manassés não andou no caminho do Senhor. Promoveu a idolatria a Baal, reconstruindo os altares destruídos por seu pai. Promoveu práticas de magia e adivinhação e introduziu até mesmo nos pátios do templo ritos e altares indevidos. Um dos extremos dessa idolatria foi o sacrifício humano, tendo incluído os seus próprios filhos. A Escritura também diz que Manassés não ouviu os profetas, e a tradição judaica menciona que ordenou a morte de Isaías, serrando-o em pedaços (II Cr 33:1-10). Por suas maldades Deus enviou o exército assírio que capturou a Manassés e o levou para a Babilônia. Porém, seu destino que estava determinado mudou quando ele clama ao Senhor:

II Cr 33:10-13 – “10 O SENHOR falou a Manassés e a seu povo, mas eles ignoraram seus avisos. 11 Por isso, o SENHOR enviou os comandantes dos exércitos assírios, e eles capturaram Manassés. Puseram um gancho em seu nariz, o prenderam com correntes de bronze e o levaram para a Babilônia. 12 Em sua angústia, Manassés buscou o SENHOR, seu Deus, e se humilhou com sinceridade diante do Deus de seus antepassados. 13 Quando ele orou, Deus ouviu sua súplica, atendeu a seu pedido e o trouxe de volta a Jerusalém e a seu reino. Então Manassés reconheceu que o SENHOR é Deus.”

PERGUNTAS: Você já viu uma situação de desespero mudar como resposta a oração? Compartilhe!

Estes são apenas dois casos das centenas descritos na Bíblia. Deus é amor e Ele deseja o melhor para seus filhos. Aqueles que se posicionam (mentalmente e em atitudes) contra a situação de desespero e vão em busca do Senhor com humildade e fervor, Deus muda o desígnio de desgraças para bênção. Esta é a base que temos para a oração. Se não pudéssemos entrar na agenda de Deus como seus filhos e sermos com Ele coautores da história (inclusive da nossa própria) em vão seria qualquer esforço de oração.

Deus fala assim por intermédio de Jeremias: “Talvez eles ouçam e se convertam, cada um do seu mau caminho; então eu mudarei de ideia a respeito do mal que estou planejando fazer-lhes por causa da maldade das suas ações” (Jr 26:3).

Desde o início os patriarcas já sabiam que poderiam colocar diante de Deus suas demandas até serem respondidos. Jacó disse assim ao Senhor: “Não te deixarei ir se me não abençoares” (Gn 32:26b). Habacuque instalou-se em sua torre de vigia e não sairia até ter a resposta do Senhor: “Estarei na minha torre de vigia, ficarei na fortaleza e vigiarei para ver o que Deus me dirá e que resposta eu terei à minha queixa.” (Ha 2:1).

PERGUNTAS: Saber que podemos ser coautores da história com Deus, nos estimula a oração! Qual hoje é seu maior anseio em ver a intervenção de Deus em alguma situação ou circunstância? No que você pode interferir?

Reunião da Célula

1. Encontro

a. A célula foi feita para ganhar e consolidar pessoas. Este é o foco principal. Então toda célula deve estar voltada para trazer pessoas novas e as acolhermos como uma família recebe um novo bebê em sua casa.

b. Peça para as pessoas que trouxeram os visitantes, apresentarem estas pessoas. Receba a todos com muita expectativa e amor.

c. Quebra Gelo. Pergunta: Das pessoas que você julga bem sucedidas, você sabe se elas já passaram por momentos de desafios e grandes dificuldades? Dê um exemplo!

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há que toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. Este é um momento para criar um ambiente onde o Espírito Santo se sinta a vontade. Então, não leve esta parte da célula com leviandade. Deste momento depende o agir de Deus durante a reunião.

c. Faça um concerto de oração (quando todos oram juntos por um tempo determinado – 1 ou 2 minutos pelo mesmo assunto) para que todos sejam tremendamente transformados nesta reunião.

3. Edificação

a. O objetivo desta ministração é levar a todos a entender que podem mudar suas vidas e as circunstâncias através de seus posicionamentos diante de Deus. Enfatize a todos que “nós” é que fizemos com que a história seja escrita juntamente com Deus. O destino do mundo vai segundo o acaso, mas nós podemos interferir na história com Deus.

b. Leve cada um a assumir a responsabilidade pelo rumo de sua vida juntamente com Deus.

 

4. Evangelismo

a. Muitas pessoas tentam fugir de suas responsabilidades diante das circunstâncias de sua vida. Esta é a hora de orar para que pessoas assumam seu destino, deixando de lado suas desculpas.

b. Aproveite para levar as pessoas que ainda não conhecem a Jesus a se entregarem a ele.

c. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para as pessoas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

d. Dê os avisos necessários.

e. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

f. NUNCA deixe de compartilhar os objetivos da célula, discutir como estão avançando nestes objetivos, estabelecer estratégias e orar por eles. Faça SEMPRE isto.

 Observações:

Importantíssimo: o que é mais importante numa célula não é o que acontece na reunião da célula, mas o que acontece entre uma reunião e outra. Toda mobilização de uma célula está centrada nos relacionamentos. Se não houver alguma forma de convívio fora da reunião da célula esta célula está fadada a se tornar enfadonha e com dificuldade de multiplicação.

15/04/2019

Veja Mais...

08/Abr/2019

COMO AGRADAR A DEUS.

 
18/Mar/2019

AÍ VEM O SONHADOR.

 
12/Mar/2019

O DEUS QUE PREPARA TUDO.