Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > CHAMADOS PARA RESTITUIR.

Estudos da Célula

CHAMADOS PARA RESTITUIR.
 

Texto Base

(Isaías 42:22) - Mas este é um povo roubado e saqueado; todos estão enlaçados em cavernas, e escondidos em cárceres; são postos por presa, e ninguém há que os livre; por despojo, e ninguém diz: Restitui.

Introdução

Está foi à palavra que Deus nos deu, quando viemos para cá novamente, pregar o evangelho.

Nosso chamado foi para proclamar restituição sobre essa terra. Em tudo que foi roubada, será restituída.

Há um personagem bíblico que nos mostra a importância do chamado. Esse é Jonas. Ele foi chamado para pregar em Nínive. E veio a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença. (Jonas 1:1,2).

 

  1. 1.          Jonas era um restituidor.  Jonas em hebraico é “Yonah” que significa “pomba”. Filho de Amitai e natural de Gate-Hefer, profetizou durante o reinado de Jeroboão II. Ele pertencia a tribo de Zebulom.

Também este restituiu os termos de Israel, desde a entrada de Hamate, até ao mar da planície; conforme a palavra do Senhor Deus de Israel, a qual falara pelo ministério de seu servo Jonas, filho do profeta Amitai, o qual era de Gate-Hefer. (2 Reis 14:25).

Jonas que era um restituidor foi chamado por Deus para pregar na maior cidade do mundo em sua época.

 

  1. 2.          Nínive, Cidade da Assíria, fundada por Ninrode, “poderoso caçador em oposição a Jeová”. Junto com Reobote-Ir, Calá e Resem constituía “a grande cidade”. (Gên 10:9, 11, 12; Miq 5:6) Muito mais tarde, tornou-se a capital do Império Assírio. Diz-se que na época de Jonas pode ter chegar a ter 174.000 habitantes.

Nínive era uma “cidade de derramamento de sangue” (Na 3:1), porque os assírios travavam muitas guerras de conquista e usavam métodos brutais na matança dos guerreiros capturados. Sem dúvida, as campanhas militares contribuíam muito para a riqueza da cidade. (Na 2:9) A principal deidade de Nínive parece ter sido Istar, deusa do amor e da guerra.

  1. 3.          Jonas não aceita o chamado. Ele não aceitou o chamado devido a toda dor que ele havia enfrentado naquele lugar. Historiadores dizem que seus pais foram mortos violentamente naquela cidade. Suas irmãs foram estupradas e mortas pelos habitantes de Nínive.

 

Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do Senhor para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do Senhor. (Jonas 1:3).

 

O apóstolo Pedro também havia deixado seu chamado devido a vergonha de ter negado a Jesus. A machucadura que ele estava na alma não o permitia seguir em frente. Estavam juntos Simão Pedro, e Tomé, chamado Dídimo, e Natanael, que era de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu, e outros dois dos seus discípulos. Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Dizem-lhe eles: Também nós vamos contigo. Foram, e subiram logo para o barco, e naquela noite nada apanharam. (João 21:2,3).

 

  1. 4.          Deus o empurrou para o chamado. E levantaram a Jonas, e o lançaram ao mar, e cessou o mar da sua fúria. Temeram, pois, estes homens ao Senhor com grande temor; e ofereceram sacrifício ao Senhor, e fizeram votos. Preparou, pois, o Senhor um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe. (Jonas 1:15-17).

 

Muitas pessoas vivem contratempos e problemas em suas vidas, porque não estão cumprindo o chamado de Deus para suas vidas.

 

Não negligencie o chamado que Deus tem para ti. Pois uma pessoa vivendo fora do seu chamado só atrapalha os que estão no chamado.

 

Jesus restaurou Pedro ao seu chamado. E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros. Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas. Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas. (João 21:15-17).

 

  1. 5.          Jonas aceita o chamado para se vingar dos moradores daquela terra. Levanta-te, e vai à grande cidade de Nínive, e prega contra ela a mensagem que eu te digo. E levantou-se Jonas, e foi a Nínive, segundo a palavra do Senhor. Ora, Nínive era uma cidade muito grande, de três dias de caminho. E começou Jonas a entrar pela cidade caminho de um dia, e pregava, dizendo: Ainda quarenta dias, e Nínive será subvertida. E os homens de Nínive creram em Deus; e proclamaram um jejum, e vestiram-se de saco, desde o maior até ao menor. Esta palavra chegou também ao rei de Nínive; e ele levantou-se do seu trono, e tirou de si as suas vestes, e cobriu-se de saco, e sentou-se sobre a cinza. E fez uma proclamação que se divulgou em Nínive, pelo decreto do rei e dos seus grandes, dizendo: Nem homens, nem animais, nem bois, nem ovelhas provem coisa alguma, nem se lhes dê alimentos, nem bebam água; Mas os homens e os animais sejam cobertos de sacos, e clamem fortemente a Deus, e convertam-se, cada um do seu mau caminho, e da violência que há nas suas mãos. (Jonas 3:2-8)

 

Ele só aceitou pregar porque queria se vingar daquele povo, decretando a ruína daquele povo e daquele lugar. Assim aparentemente amenizaria toda dor que passou naquele lugar.

 

Ele não aceitou o chamado curado emocionalmente, mas para satisfazer uma falta de perdão que estava em seu coração. O profeta tinha um coração cheio de amargura por aquele povo.

Mas isso desagradou extremamente a Jonas, e ele ficou irado.
E orou ao Senhor, e disse: Ah! Senhor! Não foi esta minha palavra, estando ainda na minha terra? Por isso é que me preveni, fugindo para Társis, pois sabia que és Deus compassivo e misericordioso, longânimo e grande em benignidade, e que te arrependes do mal. Peço-te, pois, ó Senhor, tira-me a vida, porque melhor me é morrer do que viver. (
Jonas 4:1-3).

Deus então curou o coração de Jonas.

Conclusão

Deus nos deu um chamado, não de julgar essa terra, ou pregar a ira de Deus sobre esse povo. Mas sim de sermos proclamadores de restituição. O desejo de Deus é restituir esse povo que foi saqueado e roubado. Juntamente com a restituição dessa terra seremos sarados, abençoados, completos nos propósitos de nosso Deus. 

Estevão S. Wagner, apóstolo.

16/01/2018

Veja Mais...

04/Set/2017

AS PROFUNDEZAS DE DEUS.

 
20/Out/2017

APEGAR-SE AO SENHOR.