Rádio Online
 
 
pub
Home > Estudos > Estudos da Célula > A INCREDULIDADE

Estudos da Célula

A INCREDULIDADE
 

A Incredulidade (Ricardo Wagner, ap.)

No decorrer de toda Bíblia vemos que pessoas não alcançaram as promessas de Deus por causa da incredulidade. Esta simples palavra (incredulidade) impediu que promessas grandiosas não fossem alcançadas. A INCREDULIDADE impediu que o projeto de Deus se realizasse em suas vidas e atrasou outros. Precisamos compreender bem o que é INCREDULIDADE para não errarmos nas mesmas coisas que nossos antepassados erraram.

Quando analisamos na Bíblia esta palavra INCREDULIDADE (“apistia” no grego) percebemos que há sempre uma característica que acompanha os eventos onde a incredulidade é manifesta. Todas as vezes que a Bíblia fala sobre pessoas incrédulas, ela relata eventos físicos, visíveis e naturais, que impressionaram mais as pessoas do que as palavras e promessas de Deus. Em suma a incredulidade é a influência de eventos e situações físicos, visíveis e naturais de forma intensa que sobrepõe a fé na palavra e nas promessas de Deus.

Vejamos alguns exemplos:

1. O caso dos israelitas diante da terra prometida. Hb 3:19: “Vemos que não puderam entrar por causa da incredulidade”.

Este texto nos fala que os israelitas não puderam entrar na terra prometida, pois foram incrédulos. Nesta história vemos que a incredulidade foi causada por aquilo que eles haviam visto na terra. Aquilo que viram os influenciou mais que as promessas que receberam de Deus.

Nm 13:31-33 – “31 Porém os homens que com ele tinham subido disseram: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós. 32 E, diante dos filhos de Israel, infamaram a terra que haviam espiado, dizendo: A terra pelo meio da qual passamos a espiar é terra que devora os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. 33 Também vimos ali gigantes (os filhos de Anaque são descendentes de gigantes), e éramos, aos nossos próprios olhos, como gafanhotos e assim também o éramos aos seus olhos."

2. O caso de Tomé. Jo 20:27 – “E logo disse a Tomé: Põe aqui o dedo e vê as minhas mãos; chega também a mão e põe-na no meu lado; não sejas incrédulo, mas crente.”

Este texto nos fala de Tomé que não havia crido que Jesus havia ressuscitado e aparecera no meio dos apóstolos quando ele não estava junto. Quando disseram isto para ele, Tomé exclamou: Se eu não vir nas suas mãos o sinal dos cravos, e ali não puser o dedo, e não puser a mão no seu lado, de modo algum acreditarei (Jo 20:25). Quando Jesus apareceu novamente logo chamou a Tomé e disse: “Põe aqui o dedo e vê as minhas mãos; chega também a mão e põe-na no meu lado; não sejas incrédulo, mas crente.” (Jo 20:27)

3. O caso dos nazarenos. Mt 13:57-58 – “57 E escandalizavam-se nele. Jesus, porém, lhes disse: Não há profeta sem honra, senão na sua terra e na sua casa. 58 E não fez ali muitos milagres, por causa da incredulidade deles.”

Jesus estava na cidade onde cresceu e ali não pode fazer muitos milagres, pela incredulidade do povo. Esta incredulidade estava ligada a familiaridade que os nazarenos tinham com a família de Jesus. Por estarem constantemente vendo a família de Jesus como pessoas normais, isto os influenciou a ponto de serem incrédulos referentes a Jesus produzir milagres. Os nazarenos diziam: “55 Não é este o filho do carpinteiro? Não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos, Tiago, José, Simão e Judas? 56 Não vivem entre nós todas as suas irmãs?” (Mt 13:55-56)

4. O caso dos discípulos de Jesus não conseguirem expulsar um demônio. Mt 17:17 – “Jesus exclamou: Ó geração incrédula e perversa! Até quando estarei convosco? Até quando vos sofrerei? Trazei-me aqui o menino.”

Este texto é tirado da história onde um pai trouxe seu filho para que fosse curado de um espírito mudo. Mas, os discípulos não conseguiram. Este é o único exemplo na Bíblia que conta os detalhes de como este espírito se manifestava visivelmente: “ ... é lunático e sofre muito; pois muitas vezes cai no fogo e outras muitas, na água” (Mt 17:15), “17...possesso de um espírito mudo; 18 e este, onde quer que o apanha, lança-o por terra, e ele espuma, rilha os dentes e vai definhando” (Mc 9:17-18), “um espírito se apodera dele, e, de repente, o menino grita, e o espírito o atira por terra, convulsiona-o até espumar; e dificilmente o deixa, depois de o ter quebrantado” (Lc 9:39). Neste caso os discípulos e o pai do rapaz mostram incredulidade diante daquilo que viam o demônio fazer.

No meio da conversa de Jesus com o pai do rapaz demonizado ele diz: “Eu creio, mas ajude-me a superar minha incredulidade” (Mc 9:24). Como aquele homem podia crer e ser incrédulo ao mesmo tempo? Vemos aqui que o pai cria que Jesus podia libertar o rapaz, mas ao mesmo tempo estava incrédulo. A incredulidade era causada por aquilo que viam o demônio fazer o que sobrepôs a fé que tinham o que impediu que os discípulos fizessem o milagre. 

PERGUNTAS: Se por um lado muitos perderam suas promessas por incredulidade, Abraão não prestou atenção nas situações naturais (não foi incrédulo) e recebeu sua promessa (Leia Rm 4:19-21). Diante dos propósitos de Deus para sua vida, o quanto as limitações, impossibilidades e influências naturais e visíveis e tem gerado incredulidade e você? Na prática, como podemos superar a incredulidade?

 

Reunião da Célula

1. Encontro

a. Enquanto as pessoas forem chegando, você pode deixar uma música de fundo rodando no ambiente. Isto ajuda a preparar o ambiente para célula e deixa mais descontraído.

b. Nunca deixe de dar muita atenção para os novos na célula. Eles precisam se sentir especiais (como são).

c. Peça para as pessoas que trouxeram os visitantes, apresentarem estas pessoas. Receba a todos com muita expectativa e amor.

2. Exaltação

a. Se houver possibilidade, cante dois cânticos bem alegres. Se não há quem toque um instrumento, seria interessante que se tenha um aparelho de som e se colocasse uma música pré-selecionada que todos possam cantar juntos. Pode ser até um celular.

b. A presença de Deus é que faz com que as pessoas sejam transformadas na célula. Então valorize este momento para todos entenderem que sobretudo a presença de Deus deve ser valorizada e desejada.

c. Ore pelo andamento da célula e por cada pessoa!

3. Edificação

a. Estamos num tempo de incertezas. Justamente em tempos como estes é que se levantam os grande homens de Deus que se movem não pelo que veem, mas pelo que creem. Precisamos muito hoje aprendermos a viver pela fé, não deixando que a incredulidade gerada por aquilo que vemos acontecendo nos tira da certeza das promessas de Deus.

b. Esta ministração tem o objetivo de levar os membros de nossas células a não viverem por aquilo que veem, mas por aquilo que Deus quer fazer, mesmo que num ambiente completamente contrário e incerto.

4. Evangelismo

a. Ore para que cada pessoa da sua célula viva pela fé na Palavra de Deus, e que as coisa circunstanciais e visíveis não sobreponham em sua influência àquilo que Deus disse que faria.

b. Ore sempre pelas necessidades das pessoas (pode fazer uso da cadeira da bênção para esta oração).

c. Aproveite para levar as pessoas que ainda não conhecem a Jesus a se entregarem a Ele.

d. Ore pelas pessoas que estão na lista de oração. Faça algo criativo para elas sentirem verdadeiramente que esta lista é muito importante.

e. Dê os avisos necessários.

f. Orem pela liderança da sua igreja e da Rede Apostólica.

g. NUNCA deixe de compartilhar os objetivos da célula, discutir como estão avançando nestes objetivos, estabelecer estratégias e orar por eles. Faça SEMPRE isto.

h. Não esqueça de fazer mensalmente a REUNIÃO FESTIVA para facilitar trazer novas pessoas para a célula.

Obs: O ultimo mês do ano de 2021 está aí. Normalmente em Dezembro as pessoas já começam a entrar em ritmo de férias. Não deixe que sua célula esmoreça. Pelo contrário, faça alguma programação diferente (como reunião ao ar livre, reunião festiva, reunião em um lugar mais junto com a natureza) para atrair ainda mais pessoas em sua célula.

Corrigido por Prfta Eneida Wagner

13/12/2021

Veja Mais...

06/Dez/2021

O REI UZIAS.

 
29/Nov/2021

AGIR PELA FÉ .

 
23/Nov/2021

MULTIPLICAÇÃO .

 
17/Nov/2021

SURPREENDIDO POR DEUS.

 
12/Nov/2021

ALEGRIA 2.